Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1007
Título: Avaliação do uso de medicamentos inapropriados em idosos : aplicação dos critérios de Beers
Autor: Parente, Joana Patrícia Oliveira
Palavras-chave: Idosos - Medicamentos inapropriados
Idosos - Medicamentos - Critérios de Beers
Idosos - Medicamentos - Lares
Idosos - Medicamentos - Farmácia comunitária
Data de Defesa: Jun-2011
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Os idosos pertencem a um grupo populacional que necessita de uma atenção especial por parte dos profissionais de saúde devido à elevada incidência de doenças crónicas e incapacitantes e, consequentemente, à prescrição mais extensa nesta subpopulação, aumentando o risco da ocorrência de problemas relacionados com os medicamentos. Um desses problemas relatados frequentemente na literatura é a utilização de medicamentos potencialmente inapropriados pelos idosos. Estes medicamentos devem ser evitados, tanto por não serem eficazes, como por apresentarem riscos desnecessariamente altos para pessoas idosas. Ao longo destes anos, várias ferramentas têm sido desenvolvidas para identificar medicamentos potencialmente inapropriados e para melhorar as decisões da prescrição. Os critérios mais comummente usados para a identificação de prescrição inapropriada nos idosos são os Critérios de Beers. A operacionalização para Portugal dos Critérios de Beers permitiu a criação de um instrumento valioso que pode auxiliar na selecção de medicamentos e algumas doses a prescrever no idoso, garantindo benefícios adicionais em termos de segurança e eficácia. O objectivo deste trabalho é a avaliação do uso de medicamentos inapropriados em idosos através da aplicação dos Critérios de Beers. O instrumento de investigação utilizado foi um questionário, com perguntas abertas e fechadas, aplicado em lares de idosos e na farmácia comunitária a doentes com idade igual ou superior a 65 anos. Da amostra de 142 doentes, 53,5% destes (76 doentes do grupo total) estavam a tomar pelo menos um medicamento potencialmente inapropriado. A partir dos dados obtidos neste estudo, os princípios activos potencialmente inapropriados mais utilizados foram o diazepam, a fluoxetina, a amiodarona e a ticlopidina. As benzodiazepinas de longa duração de acção foram a classe farmacológica usada mais comummente e a associação de uma benzodizepina com a patologia depressão foi a associação mais observada neste estudo. Em conclusão, a utilização de medicamentos potencialmente inapropriados nos idosos é relativamente elevada na comunidade e a utilização dos Critérios de Beers por profissionais de saúde poderia ser uma mais valia para a optimização da farmacoterapia nesta população especial.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1007
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado - Joana Parente (final).pdf650,91 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.