Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1062
Título: Lesão da substância branca cerebral (Leucoaraiose)
Autor: Fernandes, António Pedro de Sousa
Palavras-chave: Leucoaraiose - Prevenção - Tratamento
Leucoaraiose - Factores de risco
Leucoaraiose - Acidente vascular cerebral
Demência vascular subcortical
Leucoencefalopatia microangiopática
Doença da substância branca
Data de Defesa: Mai-2012
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: As lesões da substância branca cerebral ou leucoaraiose são um achado neurorradiológico comum na população idosa e principalmente nos indivíduos com fatores de risco cardiovasculares, tais como: hipertensão arterial, diabete mellitus e dislipidemia, existindo atualmente evidência crescente da sua associação com doença cerebrovascular, défice cognitivo e morte. O comprometimento neuropsiquiátrico difere do da Doença de Alzheimer, sendo caraterizado por um quadro sintomático frontosubcortical com apatia, lentidão mental, disfunção executiva, perturbação da marcha e equilíbrio, distúrbios urinários e comprometimento cognitivo global. A síndrome demencial, que muitas vezes se desenvolve, é definida como Demência Vascular Subcortical, fazendo parte dum grupo heterogéneo de défices cognitivos, de causa vascular. A transição de uma vida autónoma para a dependência constitui um acontecimento crucial na vida pessoal, familiar e social do idoso. Deste modo, a incapacidade relacionada com a idade, é um desafio social e económico da sociedade moderna. As lesões da substância branca podem ser detetadas e quantificadas, através da Tomografia Computorizada ou da imagem por Ressonância Magnética, sendo esta última mais sensível. Estas lesões podem ser divididas em lesões da substância branca periventricular e lesões da substância branca profunda ou subcortical. Apesar do significado destes termos variar, de estudo para estudo e a própria classificação ser ainda debatida, diferenças nos mecanismos patogénicos podem fornecer pistas para perceber a fisiopatologia de muitas síndromes, associada a estas alterações. Apesar da extensa pesquisa sobre as lesões da substância branca, este continua a ser um assunto de discordância, intenso debate, e objeto de investigação.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1062
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação António Fernandes.pdf739,49 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.