Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1096
Título: Intervenção clínica e nutricional em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 não controlada e com excesso ponderal ou obesidade
Autor: Costa, Vera Juliana Oliveira Soares da
Palavras-chave: Diabetes mellitus tipo 2
Diabetes mellitus tipo 2 - Obesidade
Diabetes mellitus tipo 2 - Aspectos nutricionais
Diabetes mellitus tipo 2 - Obesidade - Factores de risco cardiovascular
Data de Defesa: Mai-2012
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Objetivos: O presente estudo teve como objetivo avaliar em que medida o aconselhamento nutricional e a intensificação do acompanhamento clínico permitem melhorar o controlo metabólico de uma amostra de pacientes com diabetes mellitus tipo 2 não controlada e com excesso de peso/obesidade. Material e Métodos: Ensaio clínico controlado randomizado com três meses de duração realizado no Hospital de Sousa Martins da Unidade Local de Saúde da Guarda entre julho de 2011 e março de 2012. Quarenta e nove pacientes com diabetes mellitus tipo 2, valores de hemoglobina glicada superior a 7% e com sobrepeso/obesidade foram randomizados para o grupo experimental ou para o grupo controlo. Quarenta e cinco (91,8%) completaram o estudo. O grupo experimental recebeu recomendações nutricionais individualizadas e acompanhamento clínico mensais durante os três meses da intervenção. O grupo controlo continuou o seu acompanhamento clínico habitual. As principais medidas de resultado foram medidas antropométricas, parâmetros laboratoriais e valores de tensão arterial. Resultados: Aos três meses, obteve-se uma redução significativa do peso (p=0,010 e p=0,011) e do índice de massa corporal (p=0,012 e p=0,014), no grupo experimental e no grupo controlo, respetivamente, sem diferenças estatisticamente significativas entre eles. Verificaram-se diferenças estatisticamente significativas entre os grupos relativamente aos perímetros abdominal (p=0,003), da anca (p=0,014), braquial (p=0,011) e crural (p=0,000); das pregas cutâneas bicipital (p=0,011), tricipital (p=0,000), subescapular (p=0,002) e crural (p=0,043); do índice cintura-altura (p=0,004); da densidade corporal (p=0,000); e da percentagem de gordura corporal (p=0,000). Houve uma redução de 0,6% da hemoglobina glicada no grupo experimental (p=0,001), que foi estatisticamente diferente quando comparada com o grupo controlo (p=0,037). No grupo experimental obteve-se um aumento do consumo de hidratos de carbono (p=0,038) e uma redução do consumo de proteínas (p=0,026). No mesmo grupo também se obtiveram correlações negativas moderadas entre a idade e o peso (r=-0,520; p=0,003), a idade e o índice de massa corporal (r=-0,578; p=0,001), a idade e o perímetro braquial (r=-0,496; p=0,005) e entre a duração da diabetes e o peso (r=-0,375; p=0,041), a duração da diabetes e o índice de massa corporal (r=-0,421; p=0,021) e a duração da diabetes e a prega cutânea tricipital (r=-0,398; p=0,029). Neste mesmo grupo, obteve-se uma correlação positiva moderada entre a idade e a hemoglobina glicada (r=0,518; p=0,003). Conclusão: Uma intervenção nutricional e clínica de curta duração permite o controlo antropométrico, metabólico e glicémico de pacientes com diabetes mellitus tipo 2 não controlada e com sobrepeso/obesidade.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1096
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Vera Costa.pdf1,68 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.