Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1131
Título: A oxidação de esteróides no desenvolvimento de potenciais agentes antioxidantes e antitumorais : experiência profissionalizante na vertente de farmácia comunitária, hospitalar e investigação
Autor: Serralha, Mafalda Tomás Labrusco de Apolónio
Palavras-chave: Farmácia comunitária - Gestão - Estágio pedagógico
Farmácia hospitalar - Gestão - Estágio pedagógico
Antioxidante
Antitumoral
Mama
Próstata
Data de Defesa: Jun-2012
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Como cada vez mais as Ciências Farmacêuticas são uma área mais abrangente, com uma ampla gama de saídas profissionais, decidi rentabilizar o estágio ao máximo, dividindo o meu tempo em três áreas distintas, adquirindo assim no decorrer destes estágios outros conhecimentos base, para além dos apreendidos durante a parte curricular do MICF. Sendo assim, o presente relatório encontra-se dividido em três capítulos subsequentes, nos quais descrevo a minha experiência profissionalizante deste último ano letivo. O primeiro capítulo refere-se ao estágio em Farmácia Comunitária realizado na Farmácia Diana em Évora no qual se descreve o que observei e realizei durante o mesmo como, por exemplo, o funcionamento interno da farmácia, atendimento ao público e prestação de cuidados de saúde ao utente, indicação farmacêutica e educação para a saúde. O segundo capítulo referese ao estágio em Farmácia Hospitalar realizado no Hospital do Espírito Santo de Évora, EPE, no qual se descreve o que observei e realizei durante o mesmo como, por exemplo, preparação e controlo de produtos farmacêuticos, distribuição de medicamentos, dispensa de medicação sujeita a legislação em ambulatório e participação do farmacêutico nas visitas médicas. O terceiro capítulo refere-se ao estágio em Investigação realizado no Centro de Investigação em Ciências da Saúde na Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior o qual tinha como objetivo a síntese de Δ5-esteroides oxidados em C7 e a sua avaliação como potenciais agentes antioxidantes e antiproliferativos em linhas celulares cancerígenas hormonodependentes (MCF-7 e LNCaP) e em fibroblastos normais da derme humana. A atividade antioxidante foi avaliada pelo ensaio do DPPH e a atividade antiproliferativa foi avaliada pelo ensaio do MTT. Os Δ5-esteroides e os seus 7-oxoderivados não mostraram capacidade elevada para neutralizar o radical livre DPPH, sendo que nenhum deles diminuiu a % DPPH remanescente para valores inferiores a 50%. Observou-se, contudo, que os Δ5-esteroides, neste ensaio, evidenciaram maior capacidade antioxidante que os seus 7-oxoderivados. Em relação aos ensaios de viabilidade celular (ensaio do MTT), os compostos que se mostraram mais tóxicos para as células foram a diosgenina e o seu derivado oxidado. Neste estudo verificou-se que os Δ5-esteroides têm maior ação antiproliferativa nos três tipos de células que os seus 7-oxoderivados.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1131
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Mafalda Serralha TESE FINAL.pdf2,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.