Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1150
Título: O AVC e o género : perfil do doente com AVC e eventuais diferenças e semelhanças entre os sexos
Autor: Silva, Miguel Ângelo da Costa e
Palavras-chave: Acidente vascular cerebral
Acidente vascular cerebral - Factores de risco
Acidente vascular cerebral - Diferença de género
Acidente vascular cerebral - Perfil do doente
Data de Defesa: Abr-2012
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Introdução: O AVC é um grave problema de saúde pública em Portugal e em todo o mundo. Homens e mulheres partilham os mesmos factores de risco tradicionais para o AVC. Contudo, a maioria dos estudos encontra uma maior prevalência de FA, HTA e obesidade nas mulheres, enquanto nos homens prevalecem as doenças cardíacas, tabagismo e consumo de álcool. Este trabalho pretendeu estudar as diferenças entre os sexos, tanto na prevalência de factores de risco para AVC, como na prevalência dos diferentes tipos de AVC. Secundariamente pretendeu-se traçar um perfil do doente internado no CHCB com AVC. Métodos: Realizou-se um estudo retrospectivo dos pacientes internados na U-AVC do CHCB com o diagnóstico de AVC. Os dados colhidos são referentes aos pacientes internados no período compreendido entre 1 de Janeiro de 2010 e 31 de Dezembro de 2010. Para a recolha de dados (tabagismo, alcoolismo, HTA, DM, dislipidémia, PCR, fibrinogénio e D-dímeros medidos na admissão, pontuação da escala de NIHSS admissão, bem como pontuação na ER e IB) procedeu-se à consulta dos processos clínicos. Resultados: Estudaram-se 312 pacientes sendo que 51,6% eram do sexo masculino e 48,4% do sexo feminino. Quanto ao tipo de AVC, 89,7% pacientes foram diagnosticados com o tipo isquémico e 10,3% com o tipo hemorrágico. Neste estudo encontraram-se relações estatisticamente significativas entre a variável sexo e as variáveis idade, alcoolismo, tabagismo e HbA1c na admissão, todas apenas para o grupo dos pacientes com AVC do tipo isquémico. Para o grupo dos pacientes com AVC do tipo hemorrágico não foram encontradas relações estatisticamente significativas entre a variável sexo e as restantes variáveis. Conclusão: Pelos resultados obtidos neste estudo sugere-se que os pacientes internados na U-AVC do CHCB, tenham mais frequentemente AVC do tipo isquémico, sejam mais frequentemente homens, tenham uma idade mediana de 75 (66-82) anos e possuam 2 ou mais dos seguintes factores de risco: HTA, DM, dislipidémia, ICC, FA, tabagismo, alcoolismo, obesidade, dilatação da AE e DSVE. A maioria destes pacientes não apresenta história de AVC nem de EAM prévios e não têm alterações no eco-doppler transcraniano nem estenoses ≥ 50 % no eco-doppler carotídeo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1150
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O AVC e o género – perfil do doente com AVC e eventuais diferenças e semelhanças entre os sexos.pdf476,45 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.