Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1198
Título: Comparação da combinação T4/T3 com a T4 em monoterapia no tratamento do hipotiroidismo
Autor: Carvalho, Margarida de Sousa
Palavras-chave: Tiróide
Hipotiroidismo - Terapia
Tiroxina
Triiodotironina
Data de Defesa: Mai-2012
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Introdução: O hipotiroidismo é uma patologia frequente, que afecta cerca de 5% da população com idade superior a 60 anos. A glândula tiróide normal segrega a totalidade da tiroxina e apenas 20% da triiodotironina. Os restantes 80% da triiodotironina são obtidos por desiodação da tiroxina nos tecidos extra-tiroideus. Nem todos os tecidos que necessitam de hormonas tiroideias são igualmente capazes de converter tiroxina em triiodotironina, a forma activa da hormona, apresentando taxas de conversão diferentes entre si. Contudo, a maioria dos pacientes com hipotiroidismo é tratada apenas com levotiroxina. Apesar de este tratamento ser eficaz na maioria dos indivíduos, cerca de 10% não se sente inteiramente bem. Este facto está de acordo com o comprometimento da função cognitiva, piores desempenhos a nível de aprendizagem, memória, atenção, velocidade motora e cognitiva em indivíduos tratados com tiroxina em monoterapia, comparativamente a uma população de referência. A terapia de substituição apenas levotiroxina não reproduz com precisão as taxas de produção tiroideia nem as concentrações séricas de triiodotironina e tiroxina de indivíduos saudáveis. Tendo em conta todos estes aspectos, tem sido sugerida a utilização da combinação tiroxina/triiodotironina no tratamento desta patologia. Metodologia: A presente dissertação propõe-se a comparar a combinação tiroxina/triiodotironina com a tiroxina em monoterapia no tratamento do hipotiroidismo, através da revisão e análise da literatura científica mais relevante, publicada até à data, com recurso ao motor de busca da PubMed e a diversas publicações de organizações reconhecidas na área da Endocrinologia. Resultados: Foram identificados no total treze artigos originais e três meta-análises. Os resultados e os parâmetros analisados divergiram, mas a maior parte dos estudos publicados não demonstrou um efeito benéfico da combinação tiroxina/triiodotironina relativamente à monoterapia com tiroxina na maioria dos indivíduos com esta patologia. Apenas dois estudos encontraram um benefício significativo da terapia combinada, mas foi posteriormente sugerido que este estaria associado com a causa do hipotiroidismo ou com o efeito placebo. Discussão e Conclusões: Com base nos resultados obtidos, a monoterapia com tiroxina deve continuar a ser o tratamento padrão do hipotiroidismo. Porém, não é excluída a possibilidade de que alguns indivíduos possam beneficiar da combinação tiroxina/triiodotironina, nomeadamente os portadores de alguns polimorfismos genéticos. É ainda de salientar que a maioria dos pacientes estudados preferiu a combinação tiroxina/triiodotironina. Os estudos apresentaram inúmeras limitações, que contribuíram para a variabilidade e alteração dos resultados. São necessárias futuras pesquisas, mais robustas e que minimizem os factores de enviesamento, para clarificar esta importante questão.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1198
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Final Margarida Carvalho.pdf524,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.