Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1219
Título: Tradução e validação do questionário "Contact Lenses Dry Eye Questionnaire" (CLDEQ)
Autor: Sousa, Juliana Nunes
Palavras-chave: Olho seco
Síndrome de olho seco - Lentes de contacto
Olho seco - Factores de risco
Filme lacrimal
Olho seco - Lentes de contacto - Questionários
CLDEQ (Contact lenses dry eye questionnaire)
Data de Defesa: Out-2012
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: A nível mundial estima-se que a incidência de olho seco em usuários de lentes de contacto tende a aumentar. Deste modo, com a ausência de questionários traduzidos para o idioma português, e com a fraca correlação entre sinais e sintomas de olho seco associado com uso de lentes de contacto relatadas na comunidade científica, decidiu-se traduzir e validar cultural e linguisticamente para o idioma Português o questionário Contact Lenses Dry Eye Questionnaire (CLDEQ), desenvolvido por Carolyn G. Begley da University of Indiana em 2000. A metodologia adotada para a tradução e validação linguística do CLDEQ seguiu as normas estabelecidas pela Comunidade Internacional que engloba as seguintes fases: tradução do questionário para a língua portuguesa, síntese das traduções, retraduções da tradução obtida na primeira fase para a língua inglesa, análise pela comissão de apreciação, testar a versão pré-final e submissão da documentação à respetiva comissão de apreciação. Após a tradução do questionário por um conjunto de tradutores, estas são posteriormente comparadas e condensadas de modo a obter apenas uma só tradução. O questionário resultante da fusão das traduções foi testado, em duas fases complementares entre si, com o objetivo de minimizar possíveis ambiguidades linguísticas e científicas. Deste modo, aplicou-se numa primeira fase uma versão preliminar do questionário, denominada pré-pré teste, a uma amostra de sete indivíduos e posteriormente, a uma amostra de trinta e dois indivíduos, uma versão ajustada da versão preliminar. Os resultados obtidos permitem antever que a metodologia utilizada propiciou uma boa tradução do questionário de forma a facultar uma adequação cultural e linguística ajustada à população portuguesa, possibilitando a sua disponibilização a todos os profissionais na área da visão, de modo a poderem usufruir da sua aplicação na população com o objetivo de determinar a presença da condição de olho seco.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1219
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Juliana_Sousa.pdf772,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.