Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1338
Título: Serum biomarkers in elderly asthma
Autor: Rufo, João Pedro Cavaleiro
Palavras-chave: Asma - Biomarcadores
Citocinas
Citometria de fluxo
Asma - Idosos - Diagnóstico
Data de Defesa: Jun-2013
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: A asma é uma doença crónica das vias aéreas que afeta todas as idades e é incorretamente tratada ou sub-diagnosticada na população idosa, resultando em complicações para o doente e numa diminuição da qualidade de vida. Diferentes fenótipos podem requerer diferentes tratamentos e, portanto, é necessário diagnosticar corretamente qual o tipo de asma de que o doente sofre. Apesar de grande parte do tratamento e pesquisa se concentrarem na asma alérgica, existem várias outras formas da doença que requerem atenção, tal como a asma neutrofílica ou asma não-alérgica, que afeta normalmente os doentes mais velhos. A doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), também muito comum em idosos, pode prejudicar ainda mais o diagnóstico da asma, devido às semelhanças entre as duas doenças. Biomarcadores da asma estão a ser estudados clinicamente com vista a aumentar o poder discriminativo entre os diferentes fenótipos da doença, estando as citocinas dentro dos mais promissores. Assim sendo, o nosso principal objetivo foi medir seis citocinas, nomeadamente a IL-1β, IL-6, IL-8, IL-10, IL-12p70 e TNF-α, no sangue periférico de uma população de idosos asmáticos. Pretendíamos também usar a citometria de fluxo para quantificar as citocinas, de modo a podermos comparar facilmente os resultados e estabelecer padrões citocínicos. Também tínhamos como objectivo avaliar alterações nos padrões citocínicos relacionadas com a idade, usando um grupo controlo de adultos jovens. Por fim, pretendíamos investigar possíveis alterações nos padrões citocínicos relacionados com cada fenótipo da asma (alérgica ou não-alérgica). A população deste estudo foi constituída por 16 idosos com asma alérgica, 20 idosos com asma não-alérgica, 9 idosos não asmáticos para controlo, assim como 11 adultos jovens não asmáticos para controlo, recrutados através de uma base de dados. Os indivíduos foram inseridos nos respectivos grupos pelos resultados de testes cutâneos, medição da IgE total e específica, e pelas respostas dadas a um questionário. As citocinas previamente referidas foram quantificadas no soro dos indivíduos por citometria de fluxo, usando o Cytometric Bead Array (CBA) Human Inflammatory Cytokines Kit (BD Biosciences). Os resultados obtidos mostraram que o TNF-α, a IL-10 e a IL-8 se encontravam elevadas no grupo dos asmáticos não alérgicos, apesar da diferença não ser significativa. A IL-6 encontrava-se significativamente elevada no grupo dos idosos com asma não-alérgica, quando comparada com ambos os grupos de controlo e quando comparada com o grupo dos adultos jovens individualmente, embora não tenham sido encontradas diferenças significativas quando comparada com o grupo de controlo dos idosos, separadamente. Os níveis de IL-1β encontravam-se elevados no grupo dos adultos jovens, porém sem significado estatístico. A IL-8 encontrava-se geralmente mais elevada nos idosos. A IL12p70 não foi detectada em nenhum indivíduo. Concluindo, medimos as citocinas previamente referidas no sangue periférico de uma população idosa, cumprindo assim o nosso objectivo principal. Porém, não foi possível definir um padrão de altercações a nível das citocinas relacionado com diferenças entre os fenótipos ou relacionadas com o envelhecimento, embora tenha sido possível notar uma tendência para um aumento das citocinas ligadas à severidade (TNF-α, IL-6 e IL-8) no grupo dos idosos com asma não-alérgica, o que nos leva a concluir que este fenótipo da asma é, de facto, mais severo, tal como sugere a bibliografia. O principal ponto forte é o facto deste ser o primeiro estudo a medir estas seis citocinas no soro de idosos com asma. Uma limitação deste estudo centra-se no facto dos voluntários terem sido classificados como asmáticos através das respostas a um questionário, não tendo, portanto, nenhuma confirmação clínica da existência da patologia. Isto pode ter levado à inclusão de voluntários nos grupos errados. Para obtenção de melhores resultados os voluntários deveriam ser recrutados após o diagnóstico efetuado por um especialista e submetidos a testes complementares, como por exemplo a espirometria, de modo a garantir a correta inserção dos indivíduos nos grupos. Outros dos marcadores referenciados neste trabalho, como a proteína catiónica dos eosinófilos (ECP) e a YKL-40, também aparentam ter algum potencial para a monitorização e diagnóstico da asma, devendo ser investigados.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1338
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Serum Biomarkers in Elderly Asthma_João Rufo.pdf839,6 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.