Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1487
Título: Estudo das respostas neurofisiológicas cerebrais em sujeitos saudáveis associadas à aplicação de estimulação magnética transcraniana repetitiva no córtex direito
Autor: Silva, Ricardo Pinho de Oliveira e
Palavras-chave: Estimulação magnética transcraniana
Theta Burst Stimulation
Oxigenação cerebral
Electrocardiografia
Espectroscopia proximal por infravermelhos
Cortéx pré frontal
Data de Defesa: Mai-2013
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: A estimulação magnética transcraniana (EMT) é uma técnica de estimulação do córtex cerebral que permite modular a excitabilidade cortical, subsistindo controvérsia sobre o seu efeito na oximetria cerebral. Neste estudo quisemos avaliar a variação dos valores de oximetria (de forma direta) e do fluxo cerebral regional (de forma indireta), após uma única sessão de estimulação magnética de tipo excitatório, inibitório ou placebo sobre o hemisfério direito, em indivíduos jovens e saudáveis. Os testes realizaram-se em 31 voluntários, que foram aleatoriamente divididos em 3 grupos sendo cada um dos grupos submetidos a um tipo de estimulação. Foi realizada a medição da oximetria cerebral regional (OCR) antes e após a estimulação. Um grupo de controlo foi criado com 49 voluntários que não foram sujeitos ao protocolo, servindo apenas para registar os valores de OCR antes e após um intervalo de 30min. Os resultados revelaram uma diminuição significativa nos valores da oximetria do hemisfério direito no grupo que sofreu uma estimulação excitatória, situação que se verificou também no grupo placebo. No grupo que sofreu estimulação inibitória não se verificaram alterações estatisticamente significativas. Foram encontrados achados adicionais: os valores médios de oximetria mostram-se superiores, com significância estatística, no sexo masculino em comparação com o feminino, tanto nos valores antes como nos depois da estimulação e verificou-se também que o hemisfério direito apresenta valores de oximetria superiores aos do hemisferio esquerdo no grupo de controlo masculino.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1487
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Ricardo Oliveira Silva 22304.pdf964,84 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.