Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1539
Título: Participação do cidadão na imprensa regional : o caso do Jornal do Fundão : entrega e publicação de conteúdos gerados por leitores
Autor: Figueiredo, Sara Alexandra da Silva
Palavras-chave: Imprensa regional
Imprensa regional - Agendamento - Participação do cidadão
Imprensa regional - Conteúdos - Leitores
Jornalismo impresso - História
Jornalismo impresso - Jornalista - Jornalismo cívico
Jornalismo - Aspectos éticos
Data de Defesa: Out-2012
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: O interesse pelas notícias sobre diversas ocorrências, bem como a necessidade de comunicar, sempre existiu. É comum ao ser humano, por isso não se cinge ao jornalista profissional. Além de escreverem cartas de leitor, há cidadãos sem formação na área do jornalismo, não identificados como correspondentes ou colaborados num determinado jornal, que participam voluntariamente no processo de elaboração de notícias e, por vezes, outros géneros considerados jornalísticos. Que produzem, sem qualquer obrigação e com maior liberdade (deontológica, editorial, etc.), textos, recolhem sons e imagens para os sustentar, credibilizar. Transmitem várias informações e sugerem temas de trabalho. No fundo, entregam a um jornal conteúdos do seu interesse que podem ser selecionados, aprofundados e publicados nas suas edições. Este cidadão, que alguns chamam de “jornalista” (não profissional) e outros de “fonte” de informação, estabelece contacto com a imprensa de carácter regional, através de correio eletrónico, telefone e, ainda, deslocação pessoal facilitada, visto tratar-se de um jornal implantado num ambiente onde prevalece a questão da proximidade. O fenómeno ocorre no Jornal do Fundão, eleito para estagiar e dar seguimento ao estudo que basicamente pretende responder a questões como: que temas recebe o Jornal do Fundão e através de que meio os recebe, quais opta por publicar e que destaque decide dar-lhes nas edições? Na primeira parte do trabalho, dedicado ao enquadramento teórico, abordam-se questões relacionadas com a definição de imprensa regional e a participação do cidadão no processo de agendamento. Na segunda parte, o estudo empírico, expõem-se a metodologia e desenho da investigação, bem como os resultados obtidos através de uma análise quantitativa. A dissertação termina com as principais conclusões do estudo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1539
Aparece nas colecções:FAL - DCA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Sara Figueiredo.pdf5,88 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.