Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1662
Título: Supressão e dominância ocular sensorial : um estudo clínico
Autor: Andrade, Nelson José Couto de
Palavras-chave: Ambliopia
Ambliopia - Diagnóstico
Ambliopia - Terapia
Problemas oculares - Ambliopia
Data de Defesa: Out-2013
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: O estudo e conhecimento da importância da dominância ocular tem aumentado nos últimos anos. Ainda assim, raramente esta é avaliada e quantificada na clínica. Quando avaliada normalmente é de forma qualitativa e na maioria das vezes sem uma rigorosa descriminação entre a dominância ocular sensorial ou motora. Tem sido demonstrado que ambas as formas de dominância ocular não se correlacionam. Neste estudo deu-se primordial importância à dominância ocular sensorial e sua importância na população dita normal e não normal. A importância da quantificação da dominância ocular sensorial tem vindo aumentar com a evolução das lentes de contacto multifocais, com a prescrição das lentes progressivas de última geração e mais recentemente, na avaliação e gestão da ambliopia. Tendo em conta as descobertas recentes do desequilíbrio supressivo na ambliopia, tem-se verificado que o tratamento da ambliopia deve ser redireccionado para a anti-supressão. Através deste tem-se demonstrado que é possível recuperar não só a acuidade visual do olho amblíope assim como a visão binocular em geral. De um modo que terapias tradicionais monoculares não conseguem. Esta nova abordagem de tratamento parece ser promissora. Por um lado deixam de existir os problemas psicossociais inerentes à oclusão e por outro lado parece sugerir a hipótese de tratar a ambliopia na idade adulta. Este estudo mostra que a dominância ocular sensorial se distribui num intervalo, em que num extremo temos a população clinicamente normal sem apresentar desequilíbrios significativos, enquanto no outro extremo temos a população amblíope em que são encontrados fortes desequilíbrios sensoriais. O teste das lentes estriadas de Bagolini com filtros de densidade neutra mostrou ser fiável para a quantificação de desequilíbrios supressivos. Para além disso, e como resultado dessa quantificação, obtiveram-se bons resultados no tratamento da ambliopia. Sugerindo que a utilização de filtros de densidade neutra pode ser uma óptima opção no tratamento da ambliopia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1662
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Supressão e Dominância Ocular Sensorial - Um estudo clínico.pdf5,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.