Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1746
Título: A arquitectura vernacular da Madeira: tradição, identidade e sustentabilidade
Autor: Teixeira, Cláudia Rubina Quintal
Palavras-chave: Arquitectura popular tradicional
Ilha da Madeira
Reabilitação arquitectónica
Património rural
Data de Defesa: Jun-2009
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: O caso em estudo visa aprofundar e adquirir conhecimentos teóricos sobre a arquitectura popular tradicional da ilha da Madeira e desenvolver capacidades e competências na área da reabilitação do património rural. Este trabalho constitui assim, um momento de análise e reflexão sobre a arquitectura frequentemente apelidada de “anónima”, tendo como objectivo principal a proposta de algumas medidas de reabilitação, que nos conduzem inevitavelmente a desafios ao nível: da estrutura, comportamento e conservação dos materiais; do máximo aproveitamento de espaços exíguos; da compatibilidade de soluções construtivas, e acima de tudo o desafio de apontar soluções de reabilitação que reúnam a ecologia, a sustentabilidade e a economia. A elaboração do trabalho está compreendida em cinco fases. Na primeira, abordam-se conceitos, de arquitectura vernacular, de identidade e cultura dos povos, e a análise e definição da casa e do habitar. Na segunda fase, efectua-se uma breve retrospectiva no tempo, para explicar a razão de ser de algumas tipologias habitacionais – fortemente influenciadas pela geografia, materiais autóctones, economia e modo de vida dos habitantes da ilha. Na terceira fase, decompõe-se a arquitectura popular tradicional madeirense, analisando as vertentes: funcional, estrutural e estética. Concluída esta etapa, passamos ao estudo de caso, onde é realizado um levantamento de cinco casas de uma localidade – Camacha. A última fase reúne a catalogação das anomalias de uma das habitações analisadas, sendo também apresentadas algumas medidas de reabilitação, para fazer corresponder a habitação às necessidades e expectativas de uma sociedade moderna. Esta investigação permitiu dar um pequeno avanço, no que diz respeito ao conhecimento ainda que num plano teórico, de um modelo económico e sustentável que pode ser aplicado na reabilitação da arquitectura popular tradicional madeirense e que permite em simultâneo manter a identidade e cultura locais.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1746
Aparece nas colecções:FE - DECA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese final.pdf8,73 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.