Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1986
Título: Da língua portuguesa à língua espanhola: uma abordagem ao funcionamento da língua
Autor: Félix, Cristina Isabel Gomes da Costa
Orientador: Sardinha, Maria da Graça Guilherme D’Almeida
Palavras-chave: Manual escolar
Ensino-aprendizagem
Data de Defesa: Jun-2010
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: Na escolha do tema deste trabalho tive em consideração a importância que o domínio do funcionamento da língua ocupa no processo de ensino-aprendizagem das línguas citadas no título. De facto, essa presença manifesta-se ao nível do domínio da oralidade (compreensão/expressão) e da escrita (compreensão/expressão), sendo, por essa razão, oportuno reflectir sobre a abordagem que é lhe é feita nos manuais. O título “Da Língua Portuguesa à Língua Espanhola – uma abordagem ao funcionamento da língua” reflecte esse objectivo. A parte A deste trabalho está direccionada para a reflexão de conceitos fundamentais e quase omnipresentes para a prática lectiva de qualquer professor de línguas: a supervisão pedagógica, o manual escolar e o funcionamento da língua. O processo de supervisão pedagógica é um processo fulcral para a construção de saberes e competências inerentes à função docente. Por outro lado, no desempenho das funções de docente, o manual escolar apresenta-se como uma ferramenta de trabalho quase indispensável, talvez por essa razão valha a pena reflectir sobre a sua evolução ao longo do tempo e sobre o seu papel dentro do processo de ensino-aprendizagem. É nessa sequência que apresento uma análise dos manuais A Casa da Língua 7 e Español 1. Essa análise pretenderá aferir se dentro do domínio do funcionamento da língua os manuais seleccionados, um de língua materna e outro de língua estrangeira, dão resposta a uma determinada chave de competências que engloba as dimensões cognitiva, instrumental, de desenvolvimento de valores, criativa, pessoal e discursiva. A activação dessas seis dimensões nos manuais escolares revela-se fulcral no processo de ensino-aprendizagem de uma língua, seja materna, seja estrangeira, pois conduz os alunos a uma aprendizagem que integra a análise e a reflexão sobre a língua. Ao longo da análise que efectuei apresentei algumas ideias/sugestões que poderão colmatar algumas lacunas apresentadas. A parte B desta dissertação centra-se sobre a supervisão pedagógica realizada durante o transacto ano lectivo e tem como finalidade dar a conhecer o caminho que trilhei, as aprendizagens realizadas, mas, principalmente, reflectir acerca dessa trajectória, pois só através da reflexão e auto-análise poderei melhorar o meu desempenho enquanto docente. Para tal, no capítulo I é feita uma descrição da escola, das turmas e dos cargos que desempenho. Seguem-se reflexões sobre as aulas assistidas e os respectivos materiais utilizados. O capítulo V é destinado à apresentação de uma unidade didáctica dirigida ao sétimo ano e a alguns materiais elaborados. O último capítulo tem como finalidade espelhar e analisar a trajectória realizada.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1986
Aparece nas colecções:FAL - DL | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE RELATORIO.cristina felix.pdf3,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.