Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/1995
Título: Perspectivas femininas da guerra em Mujeres de Negro, de Josefina Aldecoa, e as Taças da Ira, de Helena Rainha Coelho
Autor: Morais, Sandra Cristina Fernandes
Palavras-chave: Guerra Civil de Espanha
Invasões Francesas
Data de Defesa: Out-2010
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: O papel da mulher na guerra foi desde sempre negligenciado tanto pela historiografia como pela literatura, pois muitos foram os romances escritos sobre essa temática que têm como heróis os personagens masculinas, relegando para segundo plano as personagens femininas, submetendo-as por vezes quase até à invisibilidade. Porém, é nosso objectivo demonstrar que, embora a guerra seja feita por homens, as mulheres desempenham nela um papel crucial, mesmo que seja na rectaguarda. Tendo como objecto de estudo dois romances históricos, As Taças da Ira, de Helena Rainha Coelho, e Mujeres de Negro, de Josefina Aldecoa, que têm como cenário a guerra, as Invasões Francesas e a Guerra Civil de Espanha, respectivamente, iremos comprovar que o papel desempenhado pela mulher na rectaguarda, sendo crucial, é subvalorizado em relação ao do homem na frente de batalha. Sendo assim, podemos desde já afirmar que estas duas autoras ibéricas dão ao leitor uma perspectiva diferente, uma perspectiva heterodoxa da guerra, que destaca o olhar e as vivências das personagens femininas durante os graves conflitos bélicos que devastavam os respectivos países.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/1995
Aparece nas colecções:FAL - DL | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado Sandra Morais.pdfDissertação646,49 kBAdobe PDFVer/Abrir
Capa_Mestrado_Sandra_Morais.pdfCapa348,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.