Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2039
Título: A educação intercultural: um contributo fundamental para o desenvolvimento pessoal e social do aluno
Autor: Vieira, Flora Conceição Queirós Rodrigues
Palavras-chave: Educação intercultural
Desenvolvimento social
Desenvolvimento pessoal
Educação multicultural
Data de Defesa: Jun-2011
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: A educação intercultural é uma maneira de encarar a educação nos contextos multiculturais em que se tornam cada vez mais as nossas escolas. Esta educação requer a reciprocidade e o diálogo entre as culturas e, nas nossas escolas, deve-se entender que há tantas culturas como alunos, isto é, a educação intercultural dirige-se a todos os alunos, na medida em que é uma forma de luta contra a exclusão escolar e, por conseguinte, social. A educação intercultural visa uma convivência harmoniosa, justa e solidária entre os cidadãos e como tal a Escola tem um papel fundamental nesse desafio. Educar para a interculturalidade é ensinar a viver juntos. O importante neste tipo de educação é que o docente tome consciência do seu papel de mediador e facilitador para a passagem do aluno do seu etnocentrismo para o diálogo intercultural, e antes que isto possa acontecer, o docente deverá, ele também, dar esse passo. E neste ponto o docente de língua estrangeira tem um papel acrescido, pois a mediação situa-se dentro da(s) sua(s) própria(s) cultura(s) e dentro da(s) cultura(s) do pais cujo idioma ensina. Consciente desse desafio, o docente deve aproveitar todos os meios ao seu alcance para chegar a essa meta: tornar os seus alunos cidadãos conscientes, responsáveis, livres de preconceitos e estereótipos. Um dos meios que tem é o manual escolar. De facto, é uma ferramenta que poucos docentes dispensam e que, utilizada nas suas diferentes vertentes, pode ser muito útil, servindo de contra exemplo ou de bom exemplo. Na nossa prática pedagógica, tivemos oportunidade de fazer algumas experiências com o pouco saber que temos nessa área, pois, infelizmente, ainda não existe formação de docentes no âmbito da educação intercultural. Contudo, as tentativas foram positivas e em alguns casos notou-se uma pequena mudança na atitude de alguns alunos, ditos gozadores.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2039
Aparece nas colecções:FAL - DL | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Final Flora Vieira.pdf6,08 MBAdobe PDFVer/Abrir
Tese Final Flora Vieira.pdf6,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.