Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2067
Título: Diosgenina e derivados oxidados: potenciais agentes antitumorais e antifúngicos
Autor: Rebelo, Ana Isabel de Matos Antunes
Palavras-chave: Diosgenina
Fibroblastos
Saponinas
Agente antitumoral
Data de Defesa: Out-2011
Editora: Universidade da Beira Interior
Resumo: O cancro é uma patologia com elevada morbilidade e mortalidade e acentuado impacto sócio-económico nos dias de hoje. Apesar dos enormes avanços científicos, a sua incidência tem vindo a aumentar ao longo dos anos. Actualmente são utilizados vários agentes químicos no tratamento dos tumores malignos. Contudo, a sua baixa eficácia e efeitos secundários severos e o aparecimento de resistências têm impulsionado a investigação no desenvolvimento de novos fármacos nesta área ao longo das últimas décadas. Assim, um dos objectivos deste trabalho é a descoberta de compostos com potencial acção anticancerígena. A diosgenina é uma sapogenina esteróide, um dos principais constituintes bioactivos de várias plantas, e é encontrada em alimentos consumidos em todo o mundo. Além disso, é um dos principais precursores na produção industrial de vários esteróides sintéticos conhecidos. Este composto não é sintetizado metabolicamente nem convertido noutros esteróides no organismo humano e, portanto, tem sido considerado seguro. No entanto, alguns estudos têm indiciado que a diosgenina tem efeito estrogénico nos seres humanos, embora ainda não haja evidência concreta dessa acção. Assim, neste trabalho também foi avaliado o potencial de estrogenicidade deste composto, verificando-se que, nas nossas condições experimentais, a diosgenina não revelou ter acção estrogénica significativa. Nos últimos anos, diversos estudos têm evidenciado a potencial acção anticancerígena da diosgenina, tendo-se demonstrado, que actua sobretudo através da inibição do ciclo celular e indução de apoptose. Considerando também que tem sido descrita acção antiproliferativa interessante para outros esteróides oxidados nos anéis A e B, foi avaliada a acção citotóxica da diosgenina e dos seus derivados oxidados 7-oxodiosgenina, diosgenona e 5,6-epoxidiosgenina. Os resultados por nós obtidos comprovam o interesse da diosgenina como potencial agente antitumoral e indicam que os seus derivados oxidados estudados parecem não ter vantagem significativa sobre a diosgenina neste âmbito. Contudo, a 7-oxodiosgenina, revelou interesse na medida em que se verificou acção antiproliferativa selectiva sobre as células MCF-7. Uma vez que também são escassos os estudos sobre os efeitos da diosgenina quando utilizada conjuntamente com outros fármacos anticancerígenos, efectuaram-se estudos da combinação deste composto com tamoxifeno e flutamida nas células MCF-7 e LNCaP, respectivamente. Adicionalmente, foram efectuados estudos de avaliação da acção antifúngica da diosgenina e dos referidos derivados oxidados em estirpes de Candida comerciais e clínicas, tendo-se concluído que estes compostos não revelaram ter acção anti-Candida nas condições experimentais realizadas.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2067
Aparece nas colecções:FC - DQ | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_final.pdf1,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.