Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2180
Título: Urbanismo em confronto: exemplos de experiencias na Itália e em Portugal dos anos cinquenta do século XX
Autor: Pignatelli, Francesco
Orientador: Mathias, Michael
Beato, Cláudia
Palavras-chave: Património urbano
Calçada Romana
Data de Defesa: 2009
Resumo: Actualmente na Europa verifica-se a existência de diferentes realidades e metodologias de planificação urbanística. Dentro deste contexto, tanto Portugal como Itália, distinguem-se pela diversidade de património urbano, que permite dar forma e consistência à “imagem das cidades”. No âmbito desta matéria existem as politicas urbanísticas das cidades europeias como instrumentos, que permitem estudar o desenvolvimento dos ambientes urbanos. Através dos recentes instrumentos de análise geográfica (PDM, Elementos cartográficos, etc.) e dos antigos e eficientes instrumentos de política de ordenamento do território (PGU, POT, etc.), foi efectuada uma análise comparativa entre uma cidade portuguesa (Covilhã) e uma italiana (Matera). Este estudo apresenta algum interesse, uma vez que se está a comparar duas cidades que se encontram afastadas no espaço, mas próximas do ponto de vista do percurso evolutivo de criação de ambientes urbanos. Pretende-se ainda com este trabalho, desenvolver sistemas de planeamento sustentáveis, que permitem preservar os ambientes históricos e tradicionais destas cidades. Este trabalho está organizado em duas partes. A primeira inclui uma abordagem ao conhecimento e descrição do ambiente urbano das cidades de Matera (Itália) e Covilhã (Portugal), analisando a história e a evolução dos lugares, assim como os acontecimentos sócio-económicos que levarão as duas cidades a ter uma identidade cultural, um património arquitectónico, uma riqueza histórica e um ambiente natural único e importante no panorama nacional e europeu. Na segunda parte do trabalho faz-se uma descrição dos dois bairros mais significativos e representativo de ambas as cidades, Bairro La Martella e Spine Bianche em Matera e Bairro do Rodrigo e da Estação na Covilhã. São analisados e apresentados de uma forma metódica e sintética, os diversos elementos morfo-tipológicos e de teor urbano, que compõem e afectam a qualidade urbanística dos lugares, das áreas residenciais e do bairros. Neste trabalho propõe-se efectuar um estudo comparativo entre os diferentes bairros, observando o desenvolvimento da habitação e analisa-la segundo diferentes pontos de vista, tais como, aspectos logísticos, distâncias e posicionamento dos bairros e ainda as condições sócio-económicas da década de 50. Cada um dos níveis de evolução física e sociológica (Zona Urbana, Espaços públicos, Arquitectura e Actividade, Centro Histórico, Imagem urbana, Edifícios e Fogos, Construção) foi dividido em diferentes capítulos, apresentando em cada um deles, uma breve descrição dos respectivos níveis. Estas caracterizações constituem um suporte de apoio para a analise da requalificação e valorização urbana à escala da cidade, dos bairros e dos conjuntos habitacionais.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2180
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Arquitectura
Aparece nas colecções:FE - DECA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE V, PDF.pdf29,61 MBAdobe PDFVer/Abrir
TESE V.pdf15,76 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.