Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2210
Título: A água na base da pegada urbanística: análise do papel da água como um compositor de modelo urbano
Autor: Tavares, Ana Isabel Soares Paiva
Orientador: Krenz, Jacek
Palavras-chave: Água
Urbanismo
Data de Defesa: 2010
Resumo: A Água é essencial para a vida urbana, sem ela não há cidade, sendo, por vezes, considerada um mero meio para os homens na organização do urbano. É um dos principais elementos responsáveis pela topografia do meio natural, assim como pela criação de diferentes habitats geradores de vida. Como parte da Natureza tornou-se a verdadeira essência, tendo sido canalizada para a vida humana, e esse processo de ligação do Homem com a Natureza pode ser considerado como ponto de partida da Civilização. A água actua segundo as suas necessidades, tanto de abrigo como de emoção, e, perante a criação de espaços, aceita as leis da natureza como regras para criar Arquitectura. Desde a Antiguidade, a água permaneceu crucial para a existência das origens, e foi revestida de forte conteúdo simbólico, presente nos mitos e lendas de diversas culturas. Do mundo antigo, desembocamos no mundo moderno, secularizado e pluralista, baseado na Ciência e no tecnicismo. Contudo, a água foi e continua a ser geradora de mitos, crenças e doenças, fonte de energia e abastecimento, meio de transporte, de lazer e alimento. A água é protagonista dos espaços criados pelo Homem. Neste contexto temático, esta dissertação remete para uma análise profunda desse líquido natural, que denominamos Água. Desde as suas características, propriedades, filosofia e simbologia, passando pela História que esta matéria-prima provocou no nascimento de cidades, como um elemento compositor e orquestrador de espaços arquitectónicos, constata-se que a água, elemento que cria formas, passa a ser material criativo e, portanto, motor de processos projectuais e urbanísticos. Esta dissertação especula sobre o que é observado, estudando os espaços e lugares criados na Covilhã, no âmbito de compreender como se canaliza a energia existente na água para criar arquitectura e urbanismo através do líquido e das suas formas. Procura-se desenvolver uma proposta de requalificação respeitado a linha de água e entendendo a sua utilidade e suas qualidades espaciais, poéticas e de fruição, valorizando a imagem urbana.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2210
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Arquitectura
Aparece nas colecções:FE - DECA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação.pdf8,27 MBAdobe PDFVer/Abrir
1.pdf441,88 kBAdobe PDFVer/Abrir
2.pdf159,16 kBAdobe PDFVer/Abrir
3.pdf381,02 kBAdobe PDFVer/Abrir
4.pdf382,39 kBAdobe PDFVer/Abrir
5.pdf576,43 kBAdobe PDFVer/Abrir
6.pdf228,8 kBAdobe PDFVer/Abrir
Legenda.pdf278,13 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.