Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2277
Título: Análise do salto em comprimento em contexto escolar: um estudo correlacional
Autor: Pinto, Vanessa Alexandra de Castro
Orientador: Marques, Mário António Cardoso
Marinho, Daniel Almeida
Palavras-chave: Salto em comprimento
Desempenho desportivo
Data de Defesa: 2010
Resumo: O objectivo deste estudo foi verificar a relação entre a velocidade de sprint em 10,15 e 20 metros e a impulsão horizontal e a distância saltada no salto em comprimento. Para se alcançar este objectivo participaram neste estudo 15 meninas e 29 meninos cujas idades variam entre os 12 e os 14 anos. Aos sujeitos pertencentes à amostra em estudo foi-lhes explicada a importância da sua participação de forma a perceberem a mais-valia do seu contributo. Os dados morfológicos estudados foram a altura (1,59±0,08), o peso (51,11±12,59kg), e o IMC (20,04±3,81). Os dados colhidos relativamente à performance desportiva foram a velocidade, sprint em 10m (V10), sprint em 15m (V15) e sprint em 20m (V20), a frequência gestual (FG), o Ciclo Gestual (CG), o Salto Horizontal partindo da posição vertical estática (SHPE) e a Distância Saltada no salto em comprimento (DS). Os dados foram colhidos durante as aulas de Educação Física e pretenderam constituir uma base de diagnóstico para optimizar o escasso tempo de leccionação desta modalidade. O dado morfológico que mostrou uma tendência correlacional estável com as variáveis de desempenho foi o IMC. As meninas apresentaram diferença dos rapazes nas avaliações efectuadas na V20, SHPE e na DS. A magnitude da correlação entre as V15, V20 e DS foi substancialmente maior para as meninas, indicando que talvez dependam mais da velocidade de aproximação para obterem melhores distâncias. Já os rapazes apresentaram relações fracas, indicando que o seu desempenho dependa de outros factores para além da corrida. O valor das correlações aumentou à medida que a distância de sprint também aumentou, deixando patente que existe uma distância óptima para o bom desempenho no salto em comprimento (20m).
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2277
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Ciências do Desporto
Aparece nas colecções:FCSH - DCD | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de Mestrado Vanessa Pinto.pdf218,76 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.