Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2303
Título: Desenvolvimento de um novo método de análises clínicas em dispositivo Lab-on-a-disk
Outros títulos: Development of a new method of clinical analysis in device Lab-on-a-disk
Autor: Gonçalves, Ana Alexandra Ribeiro
Orientador: Reis, Nuno
Palavras-chave: Análises clínicas
Análises clínicas - Velocidade de sedimentação eritrocitária
Análises clínicas - Hematócrito
Amostra de sangue - Análises clínicas - Técnicas laboratoriais
Análises clínicas - Lab-on-a-disk
Data de Defesa: 2010
Resumo: O resultado do trabalho apresentado foi realizado na Biosurfit S.A. e tem como principal objectivo o desenvolvimento de uma nova plataforma centrífuga de microfluidos de testes de diagnóstico junto do paciente (“Point-of-Care Testing”). Esta dissertação descreve a concepção, prototipagem e teste de um micro dispositivo para aplicação em análises clínicas. Permite medir dois parâmetros hematológicos, a velocidade de sedimentação eritrocitária e o hematócrito, em plataforma centrífuga de microfluidos (tecnologia “Lab-on-a-disk”). Pretendese que o dispositivo funcione de forma análoga aos processos de medição utilizados nos laboratórios de análises clínicas, permitindo um resultado fidedigno, num curto espaço de tempo. O dispositivo consiste num disco que roda de forma controlada, permitindo acelerar os processos associados à sedimentação das células, devido ao campo centrífugo criado no disco. O teste utiliza uma amostra de sangue capilar com volume aproximado de 2 microlitros e o resultado do teste deve ser obtido em menos de 10 minutos. A estrutura microfluídica para determinação da velocidade de sedimentação eritrocitária e do hematócrito é constituída por um reservatório de entrada, onde é colocada a amostra de sangue, um reservatório principal, onde é efectuada a medição, e um reservatório para a saída do ar. O disco e as estruturas microfluídicas nele gravadas foram prototipados com recurso a materiais poliméricos de baixo custo, de modo a que o teste possa ser descartável e comercialmente competitivo. O dispositivo permite que os constituintes celulares se separem do plasma, devido à presença de um campo gravítico artificial gerado pela centrifugação, uma vez que estes possuem uma densidade superior à do plasma. É feito um estudo comparativo dos resultados obtidos em disco, com os resultados obtidos através da técnica convencional, de forma a estabelecer a correlação existente entre os mesmos. São ainda comparados os resultados da velocidade de sedimentação eritrocitária e do hematócrito obtidos para amostras de sangue venoso com anticoagulante (K3EDTA) e para amostras de sangue capilar total. Os resultados obtidos para os dois tipos de amostra revelaram uma satisfatória correlação linear: R2=0.87 para a velocidade de sedimentação eritrocitária e R2=0.85 para o hematócrito. Os resultados experimentais obtidos em disco para a velocidade de sedimentação e hematócrito foram satisfatórios relativamente ao método de referência, R2=0.87 e R2=0.94, respectivamente. No entanto, para validação do método é necessário executar mais testes, com valores de velocidade de sedimentação eritrocitária e de hematócrito mais abrangentes, incluindo valores que estejam fora dos limites normais, incluindo indivíduos com diferentes patologias.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2303
Designação: Mestrado em Ciências Biomédicas
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertaçao__Ana Alexandra Gonçalves.pdfDocumento principal1,99 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.