Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2312
Título: Estágio pedagógico
Autor: Figueiredo, Lara Sofia Conde Campos
Orientador: Martins, Júlio Manuel Cardoso
Rodrigues, Dina
Palavras-chave: Relação professor-aluno
Educação física
Ensino secundário
Desporto escolar
Data de Defesa: 2010
Resumo: No âmbito do Mestrado em Ensino da Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário ministrado pela Universidade da Beira Interior, mais precisamente no 2º ano, surge a disciplina de Estágio Pedagógico que contempla a prática pedagógica nas escolas, sob orientação do Professor Doutor Júlio Martins. Esta prática visa a articulação dos conhecimentos adquiridos no decorrer o 1º ano com a realidade escolar, desenvolvendo competências, tanto no domínio pedagógicodidáctico, como no domínio social e relacional. A organização curricular está definida no Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de Março, no Capítulo III, que refere entre outros aspectos que “é conferido o grau de mestre aos que demonstrem capacidade para integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções ou emitir juízos (…), incluindo reflexões”. (Anexo 1) Na introdução do Decreto-Lei n.º 43/2007 de 22 de Fevereiro, que é aquele que regulamenta este mestrado, são definidas as condições necessárias para a obtenção da habilitação para a docência valorizando “de modo especial, a dimensão do conhecimento disciplinar, a fundamentação da prática de ensino na investigação e a iniciação à prática profissional” (Anexo 2). Relativamente à iniciação da prática profissional, aprofunda a justificação “consagrando-a, em grande parte, à prática de ensino supervisionada, dado constituir o momento privilegiado, e insubstituível, de aprendizagem da mobilização dos conhecimentos, capacidades, competências e atitudes, adquiridas nas outras áreas, na produção, em contexto real, de práticas profissionais adequadas a situações concretas na sala de aula, na escola e na articulação desta com a comunidade.” Esta prática profissional a que vulgarmente se designa prática ou estágio pedagógico foi organizado sob a forma de grupos de trabalho, constituídos por três elementos, e sorteados pelas escolas com as quais existia um protocolo de cooperação. O meu grupo de trabalho é constituído por mim, pelo meu colega e marido Sérgio Figueiredo e pela minha colega e amiga Cristiana Rocha. A escola destinada para o estágio foi a Escola Secundária Quinta das Palmeiras, com a Professora Orientadora Dina Rodrigues. Desde cedo que definimos como aspecto imprescindível para o nosso trabalho, a acção docente responsável. Trabalhamos com seres humanos, e por esse motivo a nossa intervenção não poderia ser descuidada ou negligente. Todavia, também o factor Autonomia foi um pilar bastante forte, que permaneceu como liberdade, ainda que controlada, de sugerir ou criar novas situações de aprendizagem. Todas estas situações eram pensadas e reflectidas, sendo que as críticas surgiram como o produto da ponderação em grupo e consequente construção de conhecimento. Assim, saliento este último objectivo que dirigiu o trabalho desenvolvido. No sentido de dar cumprimento aos objectivos, o presente relatório será o verbalizar de experiências e sentimentos, de forma consciente e objectiva, sabendo à partida que jamais conseguirá transmitir a amplitude real deste estágio. Este estágio pedagógico teve a duração de um ano lectivo (2009/2010) e reuniu a Definição de Objectivos, a Leccionação, a Intervenção/organização de Actividades não lectivas e a participação activa em reuniões de Direcção de Turma de Ensino Básico e Secundário. Todos estes aspectos irão ser abordados no neste relatório, ao longo dos diferentes Capítulos assim designados. Em todas as actividades desenvolvidas tentei ser sempre bastante responsável e profissional nas funções que me eram atribuídas, procurando corresponder às exigências da profissão docente. Termino esta introdução com uma referência a Maria Inês Cardoso e ao seu trabalho desenvolvido no âmbito das práticas pedagógicas e dos seus intervenientes, que demonstra bem a amplitude e a responsabilidade. Ela afirma que o estágio é fundamental no processo de formação nomeadamente no que diz respeito ao conhecimento orientado da realidade escolar, de tal modo a que os “novos profissionais se sintam parte integrante de toda a instituição educativa” (2009, 110).
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2312
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Ensino da Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário
Aparece nas colecções:FCSH - DCD | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.