Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2340
Título: O espaço existêncial e a arquitectura: contribuições de Norberg-Schulz
Autor: Pires, Sara Nunes
Orientador: Domingues, José António Duarte
Palavras-chave: Christian Norberg-Schulz
Pensamento arquitectónico
Data de Defesa: 2011
Resumo: O que é ser? O que é pertencer? O que é fazer parte de algo? Somos parte integrante do mundo. Tornamo-nos existência no mundo, Martin Heidegger usa a expressão ser-no-mundo. Não somos sem um mundo onde existir. O mundo é uno, relacional. Só somos se nos relacionarmos com os outros. Somos seres sociais, habitantes num mundo comum. O ser Humano, as coisas, a linguagem, sistematizam-se em comum como um todo relacional. A linguagem converte-se na memória viva dos seres. Surge a partir da existência e a linguagem é a morada do ser. Para Heidegger a linguagem é a marca do ser. O ser Humano deve ser aberto para a questão da existência, para assim poder iluminar e aclarar o entre onde é possível que a relação sujeito-objecto aconteça. O mundo que nos circunda, os objectos, o ser Humano e o tempo. Tudo faz parte do dia-a-dia do homem. Que necessidade há em perceber se somos parte integrante ou continua de um determinado espaço, tempo, ou sociedade? Que parte do ser Humano quer saber isso e para quê? Quão importante é para o homem entender-se a si mesmo? O pensamento humano é algo tão abrangente e completo que acaba por questionar-se acerca de coisas para as quais fomos treinados por imitação da cultura que nos rodeia. [...]
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2340
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Arquitectura
Aparece nas colecções:FE - DECA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O espaço existêncial e a arquitectura.pdf974,44 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.