Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2364
Título: Arquitectura do vidro: empreendimento museológico e de investigação de Celorico de Basto, Museu das Camélias
Autor: Pinto, Maria Madalena Alves
Orientador: Pinto, Luís Miguel de Barros Moreira
Martins, Ana Maria Tavares Ferreira
Palavras-chave: Museus botânicos
Arquitectura do vidro
Data de Defesa: 2012
Resumo: O presente documento intitula-se “Arquitetura do Vidro - Empreendimento Museológico e de Investigação de Celorico de Basto, Museu das Camélias”. Apresenta-se uma proposta de projeto arquitetónico, este procede a uma metodologia projetual onde, por sua vez, se aplicam um conjunto de fases de estudo até chegar a uma proposta final. A pesquisa arquitetónica aplica-se na área museológica da botânica, mais especificamente de Camélias. Analogicamente a investigação teve como destino final a região do Minho, nomeadamente Celorico de Basto, com distrito em Braga. Enquadra-se numa vista e paisagem rural repleta de qualidades pouco exploradas em função do progresso do ser humano e no papel importante de normalização que a arquitetura define nos dias de hoje. Esta investigação salienta e dá a conhecer alguns fatores de motivação, onde o mais relevante na análise é não se verificar no local do estudo, a presença de nenhum espaço físico apropriado para expor o seu património, nem superfícies de investigação e atração propositadas para as camélias. O inverno é a estação do ano preferencial para expor os seus exemplares, pois é a época da sua floração. Contudo em momentos de exposição ou de comemorações não existem instalações qualificadas e com a devida capacidade para receber de forma conveniente as atividades destas associações que produzem e querem dar a conhecer os seus exemplares de camélias. A análise focaliza-se com vista em dar ideias para melhorar a receção de turistas, observadores e todas as pessoas interessadas nesta atividade, de modo a solucionar um problema que se apresenta por resolver. Tenciona-se sensibilizar a população para o património cultural que corre o grande risco de se perder. Deste modo, no trabalho, dá-se espaço para opiniões e preferências dos habitantes e também de todos aqueles que se mostraram interessados na localidade de Celorico de Basto, e assim contribuíram para melhorar a proposta. Neste sentido foram colocadas em questão a existência de uma futura construção das instalações de um museu, estufa e espaços verdes, bem como as características adequadas destes edifícios e a importância de um ponto estratégico para exploração, investigação e divulgação do património da região. São muitos aspetos que levam a analisar este empreendimento museológico com exploração das propriedades do vidro. O ponto central diz respeito à importância da divulgação do local tanto a nível económico, social como ao nível cultural, a sua interdisciplinaridade tem um interesse comum que envolve a otimização de um investimento das condicionantes de um projeto em termos volumétricos e estéticos. Pretende-se que a comunidade e autarquia possam vir a usufruir deste estudo, na requalificação e manutenção desta forma de património.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2364
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Arquitectura
Aparece nas colecções:FE - DECA | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mª Madalena Pinto_22127.pdf35,96 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.