Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2481
Título: Trihalometanos como subprodutos da cloração
Autor: Anágua, Telma Alexandra Silva
Orientador: Ferra, Isabel
Palavras-chave: Tratamento de água
Tratamento de água
Águas residuais
Trihalometanos
Data de Defesa: 2011
Resumo: A cloração é a desinfecção de água mais usada pois o cloro tem características especiais, entre elas o baixo custo e a alta solubilidade em água. Esta técnica apresenta eficiência elevada na remoção de microrganismos e deixa um poder residual na água para protecção da contaminação posterior. Quando se usa a desinfecção por cloração, observa-se a formação de produtos organoclorados, o que constitui uma desvantagem da sua aplicação. Dentro dos subprodutos formados na cloração estão os trihalometanos (THMs) que são compostos clorados ou bromados, sendo os principais o clorofórmio, o diclorometano, o clorodibromometano e o bromofórmio. Os THMs resultam da reacção entre o cloro ou o bromo e a matéria orgânica e são considerados cancerígenos e tóxicos quando a exposição é prolongada, sendo importante o seu controlo. Este trabalho teve como objectivo estudar a formação de THMs em amostras de água residual desinfectadas com diferentes concentrações de cloro. Assim, estudou-se a influência da concentração de cloro na formação de THMs, bem como a influência do tempo de contacto. Às diferentes amostras foram adicionados volumes diferentes de hipoclorito de sódio, e ao longo do tempo, foram efectuadas análises para determinar o Cloro Residual, Carência Química de Oxigénio (CQO) e THMs. De uma maneira geral, no estudo da variação de cloro das diferentes amostras observou-se uma diminuição da sua concentração de cloro ao longo do tempo, sendo que a remoção mais acentuada ocorreu nas primeiras 12 horas. Os valores de CQO não apresentaram uma variação regular ao longo do tempo mas observou-se o mesmo comportamento para todas as amostras. No estudo realizado para determinar trihalometanos ao longo do tempo verificou-se um aumento nas duas primeiras horas mantendo-se mais ou menos constante até 120 horas. Ainda se observou que a concentração destes compostos aumentava com a adição de hipoclorito de sódio
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2481
Designação: Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Química Industrial
Aparece nas colecções:FC - DQ | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.