Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2514
Título: Factores emocionais e cognitivos no (in) sucesso académico em alunos do 9º ano: auto-regulação emocional, raciocínio, perfeccionismo e rendimento académico
Autor: Fernandes, Sara Cristina Fonseca
Orientador: Oliveira, Ema Patrícia de
Palavras-chave: Rendimento escolar
Auto-regulação emocional
Habilidades cognitivas
Desempenho escolar
Data de Defesa: 2010
Resumo: Apesar do crescente número de trabalhos que se debruçam sobre a auto-regulação emocional, as contribuições no âmbito educacional, em particular, têm-se revelado bastante escassas. Neste sentido, o presente estudo pretende contribuir para uma melhor compreensão da auto-regulação emocional, tendo como principal objectivo analisar a relação entre este constructo e as habilidades cognitivas, o perfeccionismo e o rendimento académico dos estudantes, tomando em consideração as diferenças de género. A recolha de dados envolveu 142 estudantes do 9º ano de escolaridade, de escolas públicas do distrito de Castelo Branco, com a aplicação dos instrumentos “Emotional Regulation during Test-taking” (Schutz, DiStefano, Benson & Davis, 2004), “Bateria de Provas de Raciocínio 7/9” (Almeida & Lemos, 2007) e “Escala de Perfeccionismo – Versão Estudantes” (Stoeber & Rambow, 2007). Os resultados obtidos apontam para a existência de diferenças estatisticamente significativas quanto ao género, tanto ao nível da auto-regulação emocional como do perfeccionismo; bem como entre a auto-regulação emocional e rendimento académico. Para além disso, os resultados indicam existir correlações positivas e estatisticamente significativas entre auto-regulação emocional e as variáveis: rendimento académico, raciocínio e perfeccionismo, destacando-se, neste último, uma forte relação entre os Processos de Focalização nas Emoções e as suas sub-escalas Pensamento Desejoso e Auto-Culpabilização e as três dimensões do perfeccionismo analisadas. Assim, conclui-se que a auto-regulação emocional, o raciocínio, o rendimento académico e o perfeccionismo se apresentam como variáveis relevantes para um melhor conhecimento da vida académica dos alunos, pelo que se espera que este trabalho ajude a traçar novos caminhos na prossecução de novos estudos em torno da temática da auto-regulação emocional, tema ainda incipiente no contexto académico.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2514
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Psicologia Clínica e da Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Índice_tese_final pdf.pdf340,81 kBAdobe PDFVer/Abrir
TESE_1 pdf.pdf970,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.