Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2578
Título: Alterações cognitivas, défice cognitivo ligeiro e sintomatologia depressiva, em população activa: estudo exploratório
Autor: Abdulremane, Soraia
Orientador: Maia, Luís Alberto Coelho Rebelo
Palavras-chave: Neuropsicologia
Avaliação neuropsicológica
População activa
Depressão
Data de Defesa: 2010
Resumo: Na actualidade assiste-se a uma procura crescente a técnicos de saúde com queixas cognitivas. O deficit cognitivo ligeiro constitui uma entidade muito heterogénea. A incidência e prevalência do DCL estão intrinsecamente relacionadas com os critérios utilizados para o diagnóstico. Assim, procura-se com o presente trabalho descrever as alterações cognitivas, correlacionando com o DCL e com sintomatologia depressiva, constituindo um total de 155 sujeitos da população do Concelho de Trancoso, com idades compreendidas entre os 40 e 65 anos (Média = 51,97; Desvio Padrão = 7,259). Para tal recorreu-se à aplicação de um questionário sócio-demográfico composto por variáveis independentes como a idade, género, sono e memória, aplicaram-se um conjunto de provas neuropsicológicas, o IACLIDE e o SCL 90-R (variáveis independentes). Da análise estatística verificaram-se diferenças estatística significativas entre as provas aplicadas e as variáveis socio-demográfica. Finalmente, através da comparação de médias verificou-se a presença de indicadores de alterações cognitivas e de sintomatologia depressiva. Verificou-se ainda uma forte correlação entre as variáveis. Neste sentido, conclui-se que as alterações cognitivas parecem estar bastante correlacionadas com variáveis sócio-demográfica, destacando-se aqui a idade, a escolaridade, o sono e as alterações de memória. Desta forma, torna-se premente uma maior exploração científica neste campo, bem como uma maior consciencialização dos técnicos de saúde.
Nowadays we witnessing cognitive complaints at hospitals. The Mild cognitive impairment is a very heterogeneous entity. The incidence and prevalence of MCI is intrinsically related to the criteria used for diagnosis. In this way, the aim of this study was describe the cognitive changes, correlating with the DCL and depressive symptoms, the sample is composed by 155 residents of the Municipality of Trancoso, with an age included from 40 and 65 years (mean = 51,97; SD = 7,259). To this end it resorted to using a questionnaire comprising socio-demographic independent variables such as age, gender, sleep and memory, it was applied a set of neuropsychological tests, the IACLIDE and SCL 90-R (independent variables). The Statistical analysis was statistically significant differences between the tests applied and socio-demographic variables. Finally, by comparing average observed the presence of indicators of cognitive decline and depressive symptoms. There was also a strong correlation between variables. In this sense, it is concluded that cognitive impairment seem to be fairly correlated with socio-demographic, especially here in age, education level, sleep disturbance and memory. In conclusion, it becomes more urgent scientific exploration in this field, as well as greater awareness of clinical.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2578
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Psicologia, na área de Psicologia Clínica e da Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado em Psicologia Soraia Abdulremane.pdf2,8 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.