Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2583
Título: Qualidade de vida de idosos institucionalizados
Autor: Silva, Sandrine Rito da
Orientador: Esgalhado, Maria da Graça Proença
Palavras-chave: Idoso institucionalizado
Envelhecimento
Data de Defesa: 2010
Resumo: O construto envelhecimento da população coloca-nos desafios em termos sociais, económicos, nas políticas de saúde e consequentemente ao nível científico. Assim sendo, justifica-se o empenho para um maior conhecimento da população idosa. Assim, este trabalho de investigação, tem por objectivo estudar a prevalência de depressão e a influência do funcionamento cognitivo na Qualidade de Vida em idosos institucionalizados. Neste estudo participaram 81 sujeitos, dos 65 aos 95 anos de idade. Foram aplicados os seguintes instrumentos: Questionário de dados gerais; Mini Exame Mental State (MMSE) Escala de depressão geriátrica (EDG) e o questionário de Qualidade de vida - WHOQOL-OLD. No que diz respeito aos resultados obtidos, verificámos que 46,9% dos idosos da nossa amostra evidenciavam um nível de depressão ligeiro e 14,8% um nível de depressão grave. No que se refere ao funcionamento cognitivo salientamos que 49,4% dos idosos revelam ter um funcionamento cognitivo elevado, enquanto 50,6% revelam um bom funcionamento cognitivo. São os idosos com um funcionamento cognitivo elevado que reportam uma melhor Qualidade de Vida. Os 38,3% dos idosos sem depressão também sugerem ter melhor Qualidade de Vida. Na nossa amostra não encontramos diferenças estatisticamente significativas em função da idade e do tempo de institucionalização. Concluiu-se também que o tempo de institucionalização não interfere com o funcionamento cognitivo.
The construct aging of population nowadays brings us social challenges such as, economic challenges, health policies and challenges at the scientific level. In this context, it is clear that a promotion of a greater knowledge of the elderly population is needed. Thus, this research, aims to study the prevalence of depression and the influence of cognitive function in the quality of life of institutionalized elderly. This study enrolled 81 subjects from 65 to 95 years old. The instruments we applied are the following: general data questionnaire, Mini Mental State Examination (MMSE), Geriatric Depression Scale (GDS) questionnaire and the Quality of Life - WHOQOL-OLD. Regarding the results, we found that 46.9% of the elderly in the sample evidenced a level of soft depression and 14.8%, a level of severe depression. Regarding the cognitive functioning, we noted that 49.4% of elderly shows a high cognitive functioning, whereas 50.6% showed a good cognitive functioning. The elderly with a high cognitive functioning reported a better quality of life than the others. The 38.3% of the elderly without depression also suggest having a better quality of life. In the sample we found no statistically significant differences based on age and length of institutionalization. We determined that time of institutionalization does not interfere with cognitive functioning.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2583
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Psicologia, na área de Clínica
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
capa.pdf81,35 kBAdobe PDFVer/Abrir
indice geral.pdf187,72 kBAdobe PDFVer/Abrir
Dissertaçao.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/Abrir
Parte Teórica e parte empirica.pdf5,17 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 1.pdf3,83 kBAdobe PDFVer/Abrir
Três períodos na construção das teorias do envelhe.pdf46,53 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 2.pdf3,88 kBAdobe PDFVer/Abrir
Teorias biológicas do envelhecimento baseadas em eventos propositais e eventos aleatórios.pdf49,39 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 3.pdf3,79 kBAdobe PDFVer/Abrir
Teorias Sociológicas do envelhecimento.pdf104,48 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 4.pdf3,79 kBAdobe PDFVer/Abrir
Aspectos biológicos do envelhecimento.pdf48,74 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 5.pdf3,76 kBAdobe PDFVer/Abrir
Vários serviços de apoio ao idoso.pdf57 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 6.pdf45 kBAdobe PDFVer/Abrir
Factores que afectam a qualidade de vida do idoso.pdf78,93 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 7.pdf3,74 kBAdobe PDFVer/Abrir
Questionário de dados gerais.jpg427,32 kBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
Anexo 8.pdf3,56 kBAdobe PDFVer/Abrir
Mini Mental State Examination 1.jpg539,06 kBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
Mini Mental State Examination 2.jpg598,08 kBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
Mini Mental State Examination 3.jpg325,24 kBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
Anexo 9.pdf3,8 kBAdobe PDFVer/Abrir
Escala de Depressão Geriátrica 1.jpg489,26 kBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
Escala de Depressão Geriátrica 2.jpg356,74 kBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
Anexo 10.pdf44,89 kBAdobe PDFVer/Abrir
WHOQOL-OLD.pdf138,87 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 11.pdf3,82 kBAdobe PDFVer/Abrir
Conjunto final de itens do módulo WHOQOL-OLD.pdf53,96 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 12.pdf3,76 kBAdobe PDFVer/Abrir
Lista de pontuações.pdf48,96 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexos.pdf46,58 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.