Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2594
Título: Perturbação de ingestão compulsiva, alimentação emocional e síndrome do comer noturno: um estudo comparativo entre sujeitos com peso normal, excesso de peso e obesidade
Autor: Marques, Sara Isabel Pires
Orientador: Esgalhado, Graça
Pereira, Henrique
Palavras-chave: Perturbações de injestão compulsiva
Alimentação emocional
Sindrome do comer noturno
Perturbação alimentar
Data de Defesa: 2013
Resumo: A obesidade e o excesso de peso têm sido associados a determinadas perturbações psiquiátricas, especialmente, em pacientes que procuram tratamento. É sabido que a obesidade não constitui por si mesma uma perturbação psiquiátrica, porém, há que salientar que uma parte significativa da população clínica apresenta algum tipo de perturbação do comportamento alimentar, sendo que entre aquelas que mais aparecem relacionadas com o excesso de peso e obesidade estão a Perturbação de Ingestão Compulsiva (PIC) e a Síndrome do Comer Noturno (SCN) tantas vezes associados a padrões de Alimentação Emocional. Objetivo: Comparar os níveis de Perturbação de Ingestão Compulsiva, Alimentação Emocional e Síndrome do Comer Noturno, em sujeitos com IMC correspondente a peso normal, excesso de peso e obesidade. Método: A amostra por conveniência foi constituída por 220 sujeitos voluntários. Para a obtenção de dados passaram-se três instrumentos, para além do questionário sóciodemográfico elaborado por nós, a Escala de Ingestão Compulsiva, a Escala de Alimentação Emocional e o Questionário de Hábitos do Comer Noturno, em dois moldes: contexto face a face e via internet. Resultados: Na Escala de Ingestão Compulsiva foram os sujeitos obesos que pontuaram mais alto. Na Escala de Alimentação Emocional, os sujeitos com excesso de peso registaram as pontuações mais altas e no Questionário de Hábitos do Comer Noturno, os participantes com peso normal foram os que revelaram pontuações mais elevadas. Conclusões: Os resultados deste estudo revelam que sujeitos com excesso de peso e obesidade apresentam maiores níveis de Perturbação de Ingestão Compulsiva e padrões de Alimentação Emocional, do que sujeitos com peso normal, mas o mesmo não se verifica no que se refere à Síndrome do Comer Noturno. Também se verificou que, nesta amostra, a Alimentação Emocional não tem relação com a Síndrome do Comer Noturno nem com a Perturbação de Ingestão Compulsiva, porém observou-se uma relação entre a Perturbação de Ingestão Compulsiva e a Síndrome do Comer Noturno, ou seja, a maiores níveis de ingestão compulsiva estão associados maiores níveis de comer noturno.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2594
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Perturbação de Ingestão Compulsiva, Alimentação Emocional e Síndrome do Comer Noturno.pdf920,78 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.