Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2609
Título: Avaliação do teste Stroop Emocional para o Screening de risco suicida TSESRS como medida de ideação suicida
Autor: Marques, Andreia Filipa da Silva
Orientador: Esgalhado, Maria da Graça Proença
Palavras-chave: Ideação suicida
Teste de Stroop
Data de Defesa: 2013
Resumo: Atualmente, as teorias cognitivas conferem um papel importante ao processo atencional quando tentam explicar o surgimento de problemas psicopatológicos, evidenciando a forte influência que os processos emocionais exercem sobre os processos cognitivos em determinadas tarefas, nas quais o processamento da informação se caraterizaria por ser dissociador. O suicídio é problemática atual, sendo um dos fenómenos psicológicos mais potencialmente fatais. São escassos os estudos que avaliem a ideação suicida e consequentemente o risco de suicídio, através de um instrumento de Stroop Emocional. Este estudo pretende desenvolver procedimentos metodológicos, no sentido de contribuir para a avaliação do Teste Stroop Emocional para a deteção do risco de suicídio (TSESRS) (Damasceno & Esgalhado, 2011), como medida de ideação suicida. Utilizam-se o TSESRS, o Questionário de Ideação Suicida (QIS) (Ferreira & Castela, 1999) e o Inventário de Depressão de Beck. A amostra é constituída por 100 sujeitos, 50 sujeitos normativos e 50 sujeitos clínicos, aos quais correspondem o grupo com baixa e elevada ideação suicida, com uma média etária de 32 anos. Verificam-se diferenças estatisticamente significativas nas palavras neutras entre sujeitos com baixa ideação suicida (M=60.84) e os sujeitos com elevada ideação suicida (M=51.56); o mesmo acontece com as palavras positivas, onde a diferença é também significativa entre sujeitos com baixa (M=64.34) e os com elevada ideação suicida (M=48.60). Também na lâmina de palavras negativas verifica-se uma média superior nos sujeitos com baixa ideação suicida (M=66.32) relativamente aos sujeitos com elevada ideação suicida (M=45.86). No que concerne ao grau de associação entre a pontuação na Lâmina 3 do TSERS e o nível de ideação suicida verifica-se uma correlação negativa forte e estatisticamente significativa (r= -840; p< 0.001). Estes resultados evidenciam a potencialidade deste estudo, que sugere que o TSERS pode ser utilizado na detecção de sintomas de ideação suicida.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2609
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Andreia Marques.pdf710,35 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.