Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2642
Título: Vamos re-criar a escola: programa de promoção da criatividade em contexto escolar
Autor: Manteigueiro, Lídia Maria da Costa Mendes da Paula
Orientador: Oliveira, Ema Patrícia Lima
Palavras-chave: Pensamento criativo
Processo criativo
Data de Defesa: 2011
Resumo: O trabalho realizado ao longo desta dissertação teve como inspiração e suporte o Projecto Educativo “Vamos (re)criar a escola - o ato criativo como evidência de competências”, em vigor no Agrupamento de Escolas onde a autora exerce docência. Reconhecida, neste contexto, a importância da criatividade e a necessidade de um maior investimento na sua promoção, este estudo exploratório teve dois objetivos principais: i) conhecer as percepções e práticas educativas dos professores do Agrupamento no que se reporta à criatividade e à sua promoção; e ii) construir e implementar um programa de treino do pensamento divergente em contexto escolar. Foram realizados dois estudos tendo em conta os objetivos desta investigação. No primeiro estudo, foi construído um questionário composto por perguntas abertas, incidindo sobre quatro dimensões gerais - características dos alunos criativos, práticas utilizadas para a promoção da criatividade, avaliação de habilidades criativas e barreiras ao estímulo da criatividade. Numa amostra constituída por 21 professores do Agrupamento, desde o pré-escolar ao 3º Ciclo do Ensino Básico, consideraram alunos criativos os sujeitos que dão respostas inovadoras e originais, revelam espírito crítico, têm capacidade de argumentação, são participativos e motivados. Deste estudo ressaltam ainda dificuldades na promoção da criatividade e sua avaliação por parte destes professores. Apenas fatores extrínsecos são considerados como obstáculos à promoção da criatividade. Para o segundo estudo foi criado um programa de intervenção, designado por “Vamos (re)criar a escola”. Foi aplicado junto de uma turma heterogénea, constituída por 13 alunos do 1º ao 4º ano de escolaridade (6 raparigas e 7 rapazes), com uma média de idade de 7.5 anos, tendo-se utilizado o Teste de Pensamento Criativo de Torrance numa avaliação de pré e pós teste, assim como uma avaliação qualitativa no decorrer da implementação do programa. Os resultados aludem para a adopção de práticas que promovem a criatividade, tendo os resultados apontado para uma melhoria significativa em duas das dimensões treinadas ao longo do programa: Fluência (p<.05) e Elaboração (p<.01).
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2642
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Supervisão Pedagógica
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_LidiaManteigueiro.pdf4,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.