Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2651
Título: Partilha do conhecimento em professores universitários: a importância do comprometimento organizacional
Autor: Costa, Vítor Manuel Valente da
Orientador: Monteiro, Samuel
Palavras-chave: Gestão do conhecimento
Professor universitário
Data de Defesa: 2012
Resumo: Conhecer os fatores que promovem a partilha do conhecimento nas organizações é um importante tópico de investigação. Estudos anteriores estabeleceram uma relação entre o comprometimento organizacional e a partilha do conhecimento, tendo destacado a importância do comprometimento organizacional afetivo como um antecedente do comportamento de partilha do conhecimento. No contexto português são no entanto inexistentes os estudos que procurem estabelecer uma relação entre o comprometimento organizacional e a partilha do conhecimento, bem como instrumentos capazes de medir a partilha do conhecimento. A presente dissertação procura assim examinar a relação entre o comprometimento organizacional – utilizando o modelo das três componentes de Meyer e Allen (1997) – e a partilha do conhecimento, tal como esta é definida por van den Hooff e de Rider (2006), cuja conceptualização distingue a partilha do conhecimento em dois processos distintos de transmissão e recolha do conhecimento. Especificamente, e de acordo com a revisão da literatura apresentada, hipotetizamos que o comprometimento afetivo influencia positivamente a partilha do conhecimento e que não existe uma relação positiva ou negativa entre o comprometimento normativo e calculativo e a partilha do conhecimento. Seguindo uma abordagem quantitativa e utilizando 162 inquéritos preenchidos por professores universitários de Gestão, Psicologia e Economia das Universidades Públicas Portuguesas, foi aplicada uma análise fatorial exploratória para validar a escala de partilha do conhecimento para a nossa amostra. A análise fatorial confirmatória foi utilizada para o modelo das três componentes e, de modo a testar o modelo de investigação, foi utilizado um modelo de equações estruturais. Os resultados demonstram que os itens utilizados para medir a recolha e transmissão do conhecimento são melhor representados numa escala unidimensional de partilha do conhecimento. No entanto, um item foi eliminado, pela sua fraca associação com a escala de partilha do conhecimento na nossa amostra. O modelo das três componentes de comprometimento foi também aceite, mas quatro itens (dois da subescala de comprometimento calculativo e dois da subescala de comprometimento normativo) foram eliminados até possuirmos níveis aceitáveis de ajustamento do modelo. Tal como hipotetizado, verificou-se uma relação forte entre o comprometimento afetivo e a partilha do conhecimento, sendo esta positiva e estatisticamente significativa. Investigações futuras deverão confirmar a estrutura fatorial da escala de partilha do conhecimento noutras amostras de maior dimensão. O modelo das três componentes necessita igualmente de revalidação e sugerem-se reformulações em alguns dos itens. A influência das práticas de gestão de recursos humanos no comprometimento organizacional e na partilha do conhecimento é também alvo de discussão.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2651
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Psicologia
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
01_Tese.pdf1,04 MBAdobe PDFVer/Abrir
02_Anexos.pdf289,01 kBAdobe PDFVer/Abrir
Anexo 2_parte 1.xps229,18 kBUnknownVer/Abrir
Anexo 2_parte 2.xps300,93 kBUnknownVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.