Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2660
Título: Stress e Burnout na Classe Docente
Autor: Braz, Micaela Nogueira
Orientador: Simões, Maria de Fátima
Palavras-chave: Coping
Stress
Data de Defesa: 2013
Resumo: O presente estudo pretende avaliar stress e burnout, identificando qual o grupo de professores que mais experiencia Stress Ocupacional e/ou Burnout, tendo como variáveis independentes, a faixa etária dos docentes e os anos de serviço. Participaram no estudo 139 professores de vários grupos disciplinares, a lecionar desde o pré-escolar ao ensino secundário, sendo 82% dos participantes do sexo feminino e 17,3% do sexo masculino. As idades variaram entre os 30 e os 64 anos, com uma média de praticamente 50-54 anos. A média de anos de serviço variou entre 5 e 39 anos (M=25). Verificamos que a maioria dos professores, (48,2%) lecionam mais do que um nível de ensino. Relativamente aos outros níveis de ensino, 14.4% lecionam apenas o 2º ciclo, 13,7% o 1ºciclo, 5,8% o secundário, 4,3% os cursos profissionais e por fim, 3,6% o pré-escolar. Para recolha de dados foram utilizados vários instrumentos, um questionário sócio-demográfico, o Questionário de Stresse nos Professores (QSP) e o questionário SMBM/MBSM, desenvolvido com o objetivo de avaliar os níveis de “burnout” (esgotamento) no trabalho. Os resultados obtidos apontam para a existência de diferenças estatisticamente significativas nas variáveis independentes faixa etária e anos de serviço tanto a nível das variáveis fadiga física bem como ao nível do stress. Assim conclui-se que as variáveis independentes faixa etária e anos de serviço apresentam-se como variáveis relevantes para um melhor conhecimento sobre stress e burnout na classe docente, pelo que se espera que este estudo possa servir de sensibilização e reflexão para as instituições educativas e patronais para a importância duma melhoria na qualidade de vida dos seus docentes, enriquecendo o ambiente de trabalho. A este propósito, Jesus (2005) defende a formação de professores como um campo de investigação e de intervenção essencial para a promoção e implementação de medidas e estratégias preventivas promotoras do bem-estar docente.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2660
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Psicologia
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
HOJE.pdf755,75 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.