Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2667
Título: Sintomatologia depressiva e memória autobiográfica em pessoas idosas com demência de Alzheimer nas fases leve e moderada
Autor: Malta, Tânia Marlene Xavier
Orientador: Afonso, Rosa Marina
Palavras-chave: Sintomatologia depressiva
Sintomatologia depressiva
Data de Defesa: 2012
Resumo: A demência de Alzheimer é um quadro clinico que afeta um número crescente de pessoas idosas a que aparece, frequentemente, associada a sintomatologia depressiva. As alterações cognitivas relacionadas com a demência abrangem sobretudo a recuperação de memórias autobiográficas que, nos casos de sintomatologia depressiva, tendem a ser gerais e negativas. Pretende-se com este estudo avaliar os níveis de sintomatologia depressiva e a abrangência de memórias autobiográficas em pessoas idosas com demência de Alzheimer, assim como analisar a relação entre o tipo de memórias recuperadas e a sintomatologia depressiva. Participaram nesta investigação 40 pessoas idosas que se encontram na fase leve e moderada da demência de Alzheimer, com idades compreendidas entre os 63 e os 92 anos. Os resultados obtidos evidenciam que a maioria dos participantes (72,5%;29) apresenta sintomatologia depressiva, sendo as pessoas idosas na fase leve da demência aquelas que apresentam valores mais elevados (M=14,56; DP=6,06), embora os resultados não sejam estatisticamente significativos (U=-1,64; p>0,05). A análise dos resultados indica, também, um maior número de memórias autobiográficas gerais (M=8,78; DP=2,21) do que específicas (M=6,00; DP=2,31). Constata-se uma correlação negativa muito fraca e estatisticamente não significativa entre a sintomatologia depressiva e as memórias autobiográficas gerais (r=-0,207; p>0,01) e uma correlação positiva muito fraca e estatisticamente não significativa entre a sintomatologia depressiva e as memórias específicas (r=0,188; p>0,01). Os resultados indicam ainda uma correlação negativa moderada e estatisticamente significativa entre a sintomatologia depressiva e as memórias positivas recuperadas (r=-0,416; p<0,01) e uma correlação positiva moderada e estatisticamente muito significativa relativamente às memórias autobiográficas negativas (r=0,538; p<0,001). Este estudo alerta para a possibilidade de existência de sintomatologia depressiva associada a quadros demenciais e para a existência de mais memórias autobiográficas gerais do que específicas.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2667
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dissertação_sintomatologia depressiva e memória autobiográfi.pdf958,77 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.