Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2680
Título: Risco de suicídio, saúde e estilos de vida: estudo com estudantes universitários
Autor: Medeiros, Milene Nazaré Félix
Orientador: Maia, Luís
Palavras-chave: Comportamento suicidário
Saúde mental
Data de Defesa: 2012
Resumo: O suicídio encontra-se entre as dez principais causas de morte ao nível mundial, englobando todas as faixas etárias. Este é um fenómeno com causas multivariadas, sendo acelerado pela existência de determinados factores de risco e, por outro lado, atenuado por diversos factores protectores. Um marco importante e talvez o que acarreta maiores mudanças na vida do ser humano é o ingresso do jovem adulto à Universidade. Este é um acontecimento que engloba novas vivências, daí novas adaptações por parte do estudante. Nesta perspectiva, a presente investigação possui como objectivo primordial a análise da prevalência do risco de suicídio neste tipo de população, tendo em consideração determinados estilos de vida presentes nos jovens universitários, saúde física e mental, bem como alguns factores sociodemográficos. Para o efeito, foi utilizado um questionário de autorresposta, constituído por uma parte com dados sociodemográficos, o Questionário de 90 sintomas (SCL-90-R), o Inventário de Avaliação Clínica da Depressão (IACLIDE) e uma versão adaptada semanticamente para a língua portuguesa da versão Brasileira 5.0.0. do Mini International Neuropsychiatric Interview (M.I.N.I.). Assim, contou-se com uma amostra de 167 estudantes (79 alunos do sexo masculino e 88 alunos do sexo feminino) com idades compreendidas entre os 18 e os 30 anos. Os resultados indicam diferenças estatisticamente significativas em algumas das variáveis estudadas. Neste sentido, verifica-se que os níveis mais elevados de risco de suicídio encontram-se nos alunos do sexo feminino; em alunos deslocados do seu meio de residência habitual; em alunos que não praticam qualquer tipo de actividade física; alunos que tenham alguma doença em algum membro do seu agregado familiar; alunos que revelam sintomas psicopatológicos; e em alunos que apresentam depressão. Foi igualmente possível observar que nem todos os alunos que apresentam depressão revelam presença de risco de suicídio. Concluiu-se, desta forma, que o risco de suicídio está cada vez mais presente neste tipo de população, sendo necessário a realização de mais estudos que incidam sobre esta temática em estudantes universitários. De salientar a necessidade da criação de programas de promoção da saúde mental e prevenção de comportamentos suicidários, através do controle do factores de risco associados a este fenómeno e, por outro lado, do reforço dos factores de protecção.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2680
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Capa.pdf1,31 MBAdobe PDFVer/Abrir
Dissertação.pdf768,87 kBAdobe PDFVer/Abrir
Base de dados.sav55,26 kBUnknownVer/Abrir
Output.spv194,71 kBUnknownVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.