Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2690
Título: A importância da avaliação na educação pré escolar
Autor: Ribeiro, Dalila Dulcínea Adriano
Orientador: Branco, Maria Luísa
Palavras-chave: Educação pré-escolar
Ensino-aprendizagem
Data de Defesa: 2012
Resumo: O presente estudo tem como objetivos conhecer a importância do que é o avaliar, o porquê avaliar, qual a finalidade da avaliação e o como avaliar na educação de infância. A importância dada à avaliação no pré escolar tem-se vindo a afirmar acompanhando a evolução da educação pré escolar. O acolhimento de crianças começou por ser feito em instituições religiosas com o objetivo de colmatar as necessidades básicas das crianças mais carenciadas. Com a Revolução Industrial, e o facto de, em muitos casos, ambos os progenitores começarem a trabalhar fora de casa, sentiu-se a necessidade de criar respostas sociais mas também pedagógicas para as crianças, que começam a ser encaradas como seres humanos em desenvolvimento. Em Portugal, é de assinalar a criação do primeiro jardim de infância em 1882, a exigência de formação específica para os profissionais deste nível de educação e mais recentemente os normativos como as Orientações curriculares no ano de 1997, a Circular nº17/DSDC/DEPEB/2007 (Gestão do currículo na educação pré escolar), o Decreto-lei nº 75/2010 que procede à décima alteração ao Estatuto da carreira dos educadores de infância e dos professores dos ensinos básico e secundário e a Circular nº 4 /DGIDC/DSDC/2011 (Avaliação na educação pré escolar), a educação de infância ganhou relevo e credibilidade. Atualmente considera-se que existe, ao nível da educação pré escolar um ensinoaprendizagem que é necessário avaliar, não só para dar informação à educadora mas também para os pais/encarregados de educação compreenderem os progressos registados dos seus educandos. Com os objetivos, citados anteriormente, foi realizado um estudo qualitativo com recurso a entrevistas semiestruturadas a 8 educadoras de infância de uma cidade do Interior Norte do país. Com base nos resultados obtidos concluiu-se que as educadoras de infância sempre avaliaram e avaliam as crianças usando instrumentos para o efeito. A grande parte das entrevistadas afirma que a formação inicial é insuficiente para se começar a trabalhar com um grupo de crianças. Existe um consenso no que diz respeito à importância da formação contínua, que devia de ser permanente, pois tudo está em constante mudança e a educação também. Atualmente as crianças têm à sua disposição um conjunto enorme de informação e é necessário saber trabalhar essa informação.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2690
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Supervisão Pedagógica
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Dalila Ribeiro.pdf444,66 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.