Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2706
Título: Relatório de estágio para obtenção do grau de mestre em Psicologia, 2ºciclo
Autor: Silva, Olga Maria Teixeira Lourenço
Orientador: Pereira, Pereira, Henrique
Palavras-chave: Agressividade
Adolescentes
Data de Defesa: 2008
Resumo: Este trabalho subdivide-se em duas partes. Na primeira parte efectiva-se a caracterização da Instituição onde completei o estágio, com o relato de três casos clínicos (actividades de avaliação e intervenção psicológica). A abordagem utilizada neste trabalho é a Psicoterapia Breve, ainda que focal e de curta duração - responde com resultados que revelam alterações significativas no comportamento das pessoas que dela se favoreceram, desenvolvendo uma nova realidade existencial, com mais clareza e menos sofrimento. O tratamento com a terapia breve envolveu entrevistas, diagnóstico, contrato terapêutico e planeamento. Foi necessário manter o “Rapport” : proximidade afectiva entre paciente e eu, terapeuta (aliança terapêutica), assim como transmitir confiança e interesse pelos problemas do paciente, manter equilíbrio entre gratificações e privações do paciente, permitir gratificações moderadas de necessidades emocionais (responder perguntas), manter a posição frente-a-frente, participar, dar sugestões em algumas ocasiões nos problemas apresentados pelo paciente. Como terapeuta pude interpretar, lembrar causas, sempre com o objectivo de auxiliar os meus pacientes no equilíbrio e bem estar psicológico. Na segunda parte realiza-se uma revisão do contributo dos principais trabalhos e teorias que procuram explicar a depressão, ansiedade e agressividade nos jovens, principalmente na área psicológica e sociológica, com o tratamento estatístico dos dados provenientes do questionário YSR -Youth Self Report (Achenbach, 1991). A amostra é constituída por 60 crianças compreendidas entre 11 e 15 anos, que estudam no 2.º Ciclo do Agrupamento de Escolas e Escola Secundária com 3.º Ciclo de Figueira de Castelo Rodrigo. Neste trabalho avaliou-se o nível de Ansiedade, Depressão e Agressividade de jovens socioculturalmente desfavorecidos no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, distrito da Guarda. Para isso foram constituídas duas amostras diferentes, uma socioculturalmente desfavorecida e a outra socioculturalmente favorecida. Procurou-se também avaliar o impacto de variáveis como idade, sexo, sucesso escolar na Ansiedade, Depressão e Agressividade. A Depressão, Ansiedade e Agressividade afectam actualmente os jovens em todo o mundo. O estudo desta problemática em termos clínicos assume uma grande importância pelas consequências que podem causar nos jovens sejam em termos individuais, em grupo, familiares, na escola e na sociedade em geral. O estudo desta investigação revelou que os jovens socioculturalmente desfavorecidos possui um leve funcionamento ansioso, depressivo e agressivo. As crianças e jovens desfavorecidos tem maiores escores nas escalas de auto-estima e comportamentos pro-sociais e com baixo desempenho académico e tendência aos problemas de comportamento.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2706
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Psicologia
Aparece nas colecções:FCSH - DPE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório.pdf2,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.