Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2723
Título: Avaliação do Consumo de Drogas de Abuso por Estudantes Universitários
Outros títulos: Experiência Profissionalizante na vertente Comunitária, Hospitalar e Investigação
Autor: Oliveira, Sara
Orientador: Gallardo, Eugenia
Barroso, Mário
Palavras-chave: Drogas de abuso
Estudantes universitários
Consumo
Data de Defesa: 4-Nov-2014
Resumo: O presente relatório encontra-se dividido em três capítulos. As drogas de abuso e os efeitos negativos consequentes do seu consumo são um importante problema de saúde pública e fonte de preocupação. O início de consumo destas substâncias é cada vez mais precoce e a comunidade estudantil está particularmente vulnerável a esta prática. Assim, o primeiro capítulo refere-se à investigação desenvolvida no contexto da avaliação do consumo de drogas de abuso pela população estudantil da Universidade da Beira Interior. Neste âmbito, foi distribuído um inquérito aos alunos desta instituição, que abordava vários aspetos relacionados com o consumo de drogas de abuso. Dos resultados obtidos concluiu-se que os indivíduos do sexo masculino (59,7%) são os principais consumidores destas substâncias. Foi também possível afirmar que as drogas mais consumidas foram a cannabis, as substâncias adquiridas nas smartshops, cocaína e ainda as anfetaminas. De uma forma geral, os resultados demonstraram uma diminuição na continuidade de uso ao longo do tempo, com exceção da cannabis. Verificou-se também que mais de metade dos inquiridos iniciou o seu consumo antes de começar os seus estudos na universidade, para as drogas de abuso em geral, e que 24% declarou ter sofrido problemas de saúde consequentes do seu uso. Constatou-se que o local mais habitual de consumo é em casa, com companhia de amigos, e que o uso destas drogas ocorre com frequência juntamente com consumo de tabaco (66,8%). Por fim, cerca de 82% dos inquiridos afirmou acreditar na existência de um estigma social em relação aos consumidores de drogas de abuso e a maioria acredita estar suficientemente informado sobre estas substâncias. O segundo capítulo refere-se à experiência profissional desenvolvida no Instituti Fisioterapici Ospitalieri (IFO), em Roma (Itália), que decorreu no período de 5 de fevereiro a 7 de maio de 2014. Neste relatório estão descritas as atividades efetuadas, assim como os conhecimentos e competências adquiridas nos serviços farmacêuticos deste instituto. No terceiro e último capítulo, encontra-se descrita a experiência profissional adquirida na vertente da farmácia comunitária, realizada na Farmácia Gama (Viseu) de 9 de maio a 31 de julho. Este capítulo tem como objetivo abordar todas as atividades realizadas e competências adquiridas durante o estágio.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2723
Designação: Relatório de Estágio para obtenção do Grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatório de Estágio_Sara Oliveira.pdfDocumento principal13,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.