Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2888
Título: Marketing sensorial: a influência do sentido auditivo e olfativo na perceção do tempo de espera
Autor: Duarte, César Alexandre da Cruz
Orientador: Rodrigues, Ricardo José de Ascensão Gouveia
Palavras-chave: Marketing sensorial - Som
Marketing sensorial - Aroma
Consumidor - Produto - Percepção do tempo
Consumidor - Produto - Estímulos sensoriais
Data de Defesa: 2013
Resumo: Ao longo dos últimos anos tem-se assistido a uma constante mudança nos hábitos dos consumidores bem como a um avanço notável de todas as componentes de mercado, desta forma é também notória a substituição progressiva do Marketing Tradicional pelo Marketing Sensorial. O enfoque deixou de ser o produto/serviço e a sua promoção, passando para a criação de um forte vínculo emocional consumidor/produto através de experiências multissensoriais, onde a estimulação dos sentidos humanos é inevitável. Desta forma o olfato, audição, tato, visão e paladar são de extrema importância, não só para o quotidiano mas também para a construção das marcas, visto que através destes, cada indivíduo tende a consciencializar-se acerca de empresas, produtos e marcas. Tendo em conta as considerações anteriores a presente investigação tem como objetivo principal analisar se a introdução de cheiro, som ou ambos em simultâneo interfere na perceção de tempo de espera, a que são sujeitos os alunos dos polos de Engenharia, Saúde e Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Covilhã na fila de espera para almoço, comparativamente a uma situação em que não é efetuada qualquer alteração ambiental à zona de espera. Para tal realizaram-se quatro experiências em cada um dos polos mencionados anteriormente, a primeira sem qualquer ligação aos sentidos sensoriais, a segunda com ligação ao sentido auditivo, a terceira com ligação ao sentido olfativo e por último, a quarta com ligação simultânea aos sentidos auditivo e olfativo, desta forma pretende-se averiguar se existe relação entre a estimulação de sentidos e a perceção de tempo de espera a que são sujeitos os alunos e qual a significância das diferenças encontradas.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2888
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Gestão
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
M3896_Tese_Mestrado_Gestão_Marketing_Sensorial.pdf491,56 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.