Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2896
Título: Estrutura de capitais das PMEs: evidência empírica para Portugal usando diferentes métodos de estimação
Autor: Inácio, Ana Cristina Mendes
Orientador: Teixeira, Zélia Maria da Silva Serrasqueiro
Nunes, Paulo Jorge Maçãs
Palavras-chave: Endividamento - PME
Gestão de empresas - Portugal
Data de Defesa: 2008
Resumo: Utilizando uma amostra de 237 Pequenas e Médias Empresas (PMEs) Portuguesas para o período entre 1999 e 2005, no presente estudo analisamos quais os principais determinantes da estrutura de capitais das PMEs Portuguesas, indagando ainda se os resultados obtidos são, ou não, dependentes do método de estimação utilizado. Os resultados empíricos obtidos permitem-nos concluir que o método de estimação utilizado tem influência sobre os resultados obtidos, no que concerne à relação entre alguns dos determinantes e o endividamento das PMEs Portuguesas, sobretudo quando se considera o endividamento total das PMEs Portuguesas. No que concerne à relação entre determinantes e endividamento, as evidências empíricas permitem-nos concluir que: 1) as PMEs Portuguesas mais rentáveis e de menor idade recorrem menos a endividamento total, enquanto que as de maior dimensão e crescimento recorrem mais a endividamento total; 2) as PMEs Portuguesas mais rentáveis, com maior nível de colaterais e de maior idade, recorrem menos a endividamento de curto prazo, enquanto que as de maior dimensão e crescimento recorrem mais a endividamento de curto prazo; e 3) as PMEs Portuguesas mais rentáveis recorrem menos a endividamento de longo prazo, enquanto que as que apresentam um maior nível de colaterais recorrem mais a endividamento de longo prazo. Na generalidade, a Teoria da Pecking Order e a Teoria da Agência revelam maior poder explicativo das decisões de estrutura de capitais das PMEs Portuguesas do que a teoria do Trade – Off.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2896
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de Mestre em Economia
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
VERSÃO_FINAL.pdf760,1 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.