Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2912
Título: A qualidade dos serviços de saúde: a percepção dos colaboradores da ULS da Guarda à luz do modelo da EFQM
Autor: Marques, Joaquim António Nércio
Orientador: Lourenço, Luís
Palavras-chave: Serviço de saúde -- Gestão de qualidade
Economia de saúde
Data de Defesa: 2010
Resumo: Este trabalho elege como temática a qualidade dos Serviços de Saúde. A sua ancoragem teórica acolhe o modelo de excelência da European Foundation Quality Management (EFQM), amplamente reconhecido como uma poderosa ferramenta de gestão que estimula as organizações a desenvolverem-se, recorrendo à auto-avaliação como um processo de aprendizagem. Tendo como propósito a sensibilização para a qualidade, procurou, a partir do modelo de excelência da EFQM, identificar os pontos fortes e áreas a necessitar de melhoria, bem como, percepcionar se as diferentes instituições e departamentos, em que os colaboradores exercem a sua actividade profissional, assim como a sua categoria funcional, influenciam a sua percepção da qualidade da organização. O processo de confirmação empírica seguiu o desenho de um estudo de natureza quantitativa, situado entre Maio e Setembro de 2010, abrangendo a totalidade dos serviços da recém-criada ULS da Guarda. Como principais conclusões emergem as seguintes: (1) são pontos fortes aspectos relacionados com os critérios “Resultados Clientes”, “Processos” e “Liderança”; necessitam de melhorias aspectos relacionados com os critérios “Pessoas”, “Resultados Pessoas” e “Política e Estratégia”; (2) existem diferenças estatisticamente significativas no nível da percepção da qualidade, entre os colaboradores das três Instituições nos critérios “Liderança”, “Política e Estratégia”, “Pessoas”, “Parcerias e Recursos”, “Processos”, “Resultados Pessoas, “Resultados Sociedade” e “Resultados Chave do Desempenho”; entre os diferentes Departamentos apenas foram observáveis diferenças significativas para o critério “Política e Estratégia”; entre os colaboradores das diferentes Categoria Funcionais, as diferenças significativas foram observáveis nos critérios “Pessoas”, “Parcerias e Recursos, “Processos”, “Resultados Clientes e “Resultados Pessoas”. Em síntese, podemos concluir que as diferentes instituições e departamentos, em que os colaboradores exercem a sua actividade, assim como a sua categoria funcional, influenciam a sua percepção da qualidade da organização.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2912
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Gestão de Unidades de Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE Nércio.pdf5,9 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.