Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2940
Título: A dinâmica da criação de empresas impulsionada por instituições de ensino superior em redes de inovação
Autor: Simões, Jorge Manuel Marques
Orientador: Silva, Maria José Aguilar Madeira
Palavras-chave: Criação de empresas - Instituições de ensino superior
Criação de empresas - Redes de inovação
Data de Defesa: 2009
Resumo: Na época de intensa globalização e de forte competição em que se vive, a criação de empresas contribui para a introdução no sector empresarial de novas tecnologias, novos produtos/serviços e de novas formas de organização, revelando-se um dos factores fundamental para o crescimento económico, criação de emprego, eficiência dos mercados, renovação da estrutura económica, difusão de inovação, bem como para a melhoria da competitividade global das empresas e dos países. Paralelamente, constata-se que as redes de inovação, facilitadoras da redução das incertezas através da cooperação entre os agentes, visam a produção e partilha de conhecimentos e recursos em falta, a partilha de custos e de risco, ganhos de eficiência devido à divisão do trabalho, entre outros benefícios. Nestas redes de inovação, as instituições de ensino superior (IES) assumem um papel de destaque, dado que permitem fomentar e difundir os diversos contributos proporcionados pela rede, não só a nível local e regional, como também a nível nacional e global. O objectivo principal desta investigação visa identificar se as IES impulsionam a criação de empresas, através de redes de inovação. Assim, nesta investigação desenvolveu-se um suporte teórico assente nas actuais abordagens de referência sobre criação de empresas e modelos de redes de inovação. Nele se apresenta a importância das redes de inovação no processo de criação de empresas, dado que estas permitem colmatar debilidades, reforçar os aspectos positivos e, consequentemente, influenciar o processo de criação de empresas. Para a recolha de dados foi efectuado um questionário junto de potenciais empreendedores nascentes, pertencentes às IES, tendo sido recolhidas 241 respostas. Os resultados obtidos, através de análise empírica efectuada, mostram que a cooperação e o desenvolvimento de relacionamentos com outros agentes da rede de inovação surgem como a principal forma das IES estimularem a criação de empresas, também evidenciam que a atitude da IES sobre a criação de empresas influencia a decisão dos potenciais empreendedores nascentes desenvolverem o processo de criação de empresas. Relativamente à identificação dos factores que facilitam a criação de empresas suportada em redes de inovação, destacam-se como principais os actores da rede e os recursos organizacionais; no que concerne à identificação dos factores que dificultam a criação de empresas suportada em redes de inovação, evidenciam-se os factores de conhecimento e a localização. As principais conclusões da presente tese realçam a relevância que a IES possui para o fenómeno da criação de empresas, quando inserida numa rede de inovação.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2940
Designação: Dissertação apresentada á Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Gestão
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A dinâmica da criação de empresas impulsionada por IES em redes de inovação_2010.pdf1,96 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.