Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2957
Título: A influência das organizações juvenis na promoção do empreendedorismo social e no desenvolvimento de empreendedores sociais: o caso AIESEC
Autor: Crespo, António
Orientador: Dinis, Anabela do Rosário Leitão
Palavras-chave: Empreendedor social
Empreendedor social
Data de Defesa: 2009
Resumo: Cada vez mais nos dias que correm a expressão empreendedorismo social, terceiro sector, etc., começam a marcar presença nos discursos da esfera política não só dos países desenvolvidos mas também daqueles em vias de desenvolvimento. A crescente taxa de desemprego e a incapacidade dos governos agirem localmente para corrigirem as injustiças e os problemas sociais, fazem com que este “sector” de actividade e os conceitos a si adjacentes tomem um relevo significativo ajudando na colmatação destes dois desafios. Apesar de cada vez mais ao nível internacional se promulgarem leis e regulamentos que reconhecem “novos tipos” de organizações que actuam no domínio social e incentiva a sua formação e o seu funcionamento, no caso de Portugal ainda será necessário percorrer um longo caminho no campo jurídico-legal. Ao nível académico, embora existam diversos estudos que comprovam a importância do terceiro sector na economia de um país, quer não só na criação de riqueza social e financeira como também na criação de postos de trabalho, os estudos referentes á conceptualização do fenómeno ainda são bastante recentes e díspares, o que leva a que seja por vezes difícil de identificar as causas que estão por detrás da criação destas diferentes organizações. Alguns autores apontam que uma das características comuns aos empreendedores sociais é o envolvimento em actividades associativas anteriores à entrada na vida profissional. Reconhece-se, assim, a este tipo de organizações um papel importante em termos sensibilização e desenvolvimento de competências essenciais para a actuação eficaz no domínio social. Assim, pretende-se com este estudo, de natureza exploratória e qualitativa e a partir do estudo de caso da AIESEC1, compreender qual a influência das organizações juvenis na promoção do empreendedorismo social e no desenvolvimento de Empreendedores Sociais. A investigação desenvolve-se em torno de duas dimensões: por um lado as actividades da associação, particularmente as que revelam uma maior preocupação de natureza social; por outro lado, os testemunhos dos ex-membros desta associação relativamente à sua experiência enquanto membros da associação. Os resultados obtidos, expressos em forma de hipóteses, apontam para um importante papel da associação na promoção do empreendedorismo social, não só pelas actividades que desenvolve, mas também pela importante contributo no desenvolvimento de características éticas e comportamentais e de competências no domínio da liderança e gestão, essenciais na formação dos indivíduos que se estabeleceu designar por empreendedores sociais.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2957
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Gestão
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.