Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2963
Título: Responsabilidade social na gestão das organizações: caminhos para a certificação
Autor: Centeno, Celina da Conceição Ribeiro
Orientador: Lourenço, Luis Antonio Nunes
Palavras-chave: Gestão das organizações - Responsabilidade social
Responsabilidade social - Norma SA 8000
Data de Defesa: 2010
Resumo: A presente dissertação aborda a temática da responsabilidade social nas organizações e, mais concretamente, as iniciativas existentes nesta área ao nível da normalização e da certificação. O objectivo fundamental para este estudo centra-se na realização de um diagnóstico das práticas em vigor na Fundação D. Laura dos Santos à luz dos requisitos da Norma SA 8000 com vista numa possível certificação. Esta investigação surge num contexto em que cada vez com mais frequência a expressão desenvolvimento sustentável emerge como um objectivo a alcançar. Trata-se de uma forma de progresso das organizações que não só satisfaça as necessidades do presente, como não comprometa a capacidade das gerações futuras na satisfação das suas próprias necessidades. O desenvolvimento sustentável torna as empresas mais competitivas, mais resistentes e com um mais elevado nível de flexibilidade num contexto mundial em constante mutação. Na actualidade, as organizações fazem parte de um contexto global pelo que a adopção de uma atitude de abertura é um aspecto fundamental. As questões relativas à sua sustentabilidade devem pois assumir um papel preponderante ao nível da sua estratégia e na sua actividade, sendo exigida uma atitude de cada vez maior transparência para com os seus stakeholders. Neste contexto, os sistemas de gestão assumem um papel fundamental na determinação da estratégia e das operações da organização. Em estreita associação com o desenvolvimento sustentável surgem os conceitos de ética nos negócios e de responsabilidade social das organizações como pilares para um processo de melhoria e de diálogo com as partes interessadas sendo também essenciais para a reposição da confiança dos mercados. No presente estudo são abordados os conceitos de responsabilidade social nas suas vertentes económica, social e ambiental, a sua relação com a ética empresarial e respectivo impacto na gestão das organizações, assim como a associação com a teoria dos stakeholders enquanto metodologia de gestão empresarial. Na revisão da literatura é dado especial destaque aos conceitos de normalização e de certificação, nomeadamente no campo da responsabilidade social, sendo apontadas algumas das iniciativas actualmente existentes e destacando-se as Normas ISO 26000, NP 4469 e SA 8000. Esta última foi alvo de maiores esclarecimentos dado tratar-se do referencial normativo na base deste estudo. Após esclarecidos os aspectos relativos à sua constituição e ao processo de acreditação e de certificação, são apresentados vários casos ilustrativos de experiências das empresas que se envolveram num processo de certificação SA 8000 com indicação das suas principais vantagens e dificuldades. A revisão teórica termina com uma apresentação da situação portuguesa relativamente à identificação das empresas certificadas e do referencial normativo seleccionado, sendo constatado que aquele que predomina é a Norma SA 8000. Com vista a alcançar os objectivos traçados foi elaborado um questionário que foi aplicado aos trabalhadores da organização, sendo recolhidas 46 respostas que foram submetidas a tratamento estatístico. A análise dos resultados obtidos indica que não existem discrepâncias entre as práticas da organização e os seguintes requisitos da Norma SA8000: Saúde e Segurança, Discriminação, Práticas Disciplinares e Horário de Trabalho. No que respeita aos requisitos Trabalho Infantil, Trabalho Forçado e Compulsório, Liberdade de Associação e Direito à Negociação Colectiva, Remuneração e Sistema de Gestão os resultados mostraram a necessidade de alterações das práticas ou a definição de procedimentos no sentido de ser dada resposta à totalidade dos critérios estabelecidos. Finalmente, com base nas conclusões apresentadas, é formulado um plano de acções no qual são destacados os critérios da Norma SA 8000 que necessitarão de ser alvo de futura abordagem através de um processo de consultadoria adaptado à realidade da organização caso a gestão da mesma considere a obtenção de uma certificação em responsabilidade social como uma parte integrante da garantia da sua sustentabilidade.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2963
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Gestão de Unidades de Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Celina Centeno.pdf2,64 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.