Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/2980
Título: Avaliação do desempenho nos serviços de saúde: aplicação do sistema de custeio baseado em actividades a uma unidade de cuidados intensivos polivalente
Autor: Duarte, Carla Mónica Trindade
Orientador: Almeida, Anabela Antunes de
Castela, Elizabete
Palavras-chave: Organização de saúde - Controlo de gestão
Serviços de saúde - Avaliação do desempenho
Data de Defesa: 2010
Resumo: É frequente afirmar-se que a saúde não tem preço. Mas, tal como acontece em todos os processos de produção, seja de bens ou de serviços, também nas organizações de saúde cada doente tratado comporta um custo para a instituição. A natureza das prestações de cuidados de saúde e a quase gratuitidade dos serviços prestados implicam, não obstante, que se atribua particular atenção às formas mais adequadas de controlo dos custos nas organizações de saúde. Com efeito, se do lado da receita as instituições estão condicionadas pelas regras impostas pela tutela, sem prejuízo da negociação dos objectivos anuais de produção, por outro lado a gestão da despesa encontra como constrangimentos as exigências de manutenção do nível de qualidade do serviço prestado e a actualização dos meios tecnológicos mais eficazes e inovadores na formulação da terapêutica. O controlo de gestão só pode sobreviver com um profundo conhecimento da estrutura de custos e proveitos. Do lado dos custos, e porque é este o âmbito do nosso trabalho, temos que os sistemas de custeio têm como principal função apoiar as decisões inerentes ao processo de gestão estratégica e operacional das organizações. Mas um sistema de custeio só cumpre eficazmente estas funções se conseguir fornecer à gestão de topo informação adequada e precisa sobre os custos reais do processo produtivo. O sistema de Custeio Baseado em Actividades tem-se destacado na literatura por se entender que este modelo serve os propósitos mencionados. Apesar de ser um modelo genericamente aplicado ao sector industrial, são já várias as referências da sua implementação em serviços de saúde, mormente em serviços de imagiologia, bloco operatório ou urgência. O trabalho que ora se desenvolve procura estudar a validade da aplicação do Custeio Baseado em Actividades ao sector da saúde, caracterizando-se pela inovação na área em que foi aplicado – internamento, dada a insipiência de estudos nesta área de actividade e em particular em serviços como as unidades de cuidados intensivos, onde a componente de custos tem um peso muito grande nos custos totais da organização. Este estudo permitirá perceber de que forma deve o modelo de Custeio Baseado em Actividades ser ajustado às particularidades de um serviço de internamento, constituindo uma ferramenta de avaliação do desempenho do serviço através do conhecimento das actividades desenvolvidas e dos custos que lhes estão associados.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/2980
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Gestão de Unidades de Saúde
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Avaliação do Desempenho nos Serviços de Saúde_Aplicação do C.pdf1,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.