Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3003
Título: Influência da cooperação e das fontes de conhecimento na capacidade de absorção e desempenho inovador: evidências empíricas nas empresas portuguesas
Autor: Loureiro, Gonçalo Filipe Madeira
Orientador: Madeira, Maria José Aguilar
Palavras-chave: Empresas - Desempenho inovador
Inovação empresarial
Data de Defesa: 2011
Resumo: Face à elevada competitividade e às alterações com que as empresas se deparam, a inovação assume-se como um factor chave para o sucesso da empresa. As empresas, conscientes desta conjuntura, devem cada vez mais esforçar-se por inovar. Perante isto, é importante as empresas cooperarem com os seus diversos parceiros, de modo a diversificar o risco das suas actividades inovadoras e a trocar novas informações, que vão ser úteis para o desenvolvimento de novos produtos e processos, ou para o melhoramento significativo dos mesmos. A presente investigação tem como objectivo analisar a influência da cooperação e das fontes de conhecimento com a capacidade de absorção e com o desempenho inovador. Deste modo, desenvolve-se um suporte teórico sobre a temática da inovação empresarial, corroborado com um suporte empírico, onde se analisa as relações entre os diversos parceiros de cooperação e as várias fontes de conhecimento com a capacidade de absorção e a propensão da empresa para inovar no âmbito do produto e do processo. Para testar empiricamente as hipóteses propostas, teve-se acesso aos dados secundários disponibilizados pelo Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, pertencentes ao CIS 2006 (5º Inquérito Comunitário à Inovação). Aplicados os métodos de regressão logística e regressão linear, constata-se que os resultados obtidos corroboram o suporte teórico apresentado. Comprova-se que tanto a cooperação com parceiros, como as fontes de conhecimento influencia positivamente a capacidade de absorção da empresa. De forma sintetizada, constata-se que a cooperação com parceiros de ciência, as fontes institucionais e as outras fontes têm um efeito positivo no desempenho inovador ao nível do produto, enquanto que a cooperação com parceiros de negócio, as fontes de mercado e as outras fontes têm um efeito positivo no desempenho inovador ao nível do processo. Por fim, a capacidade de absorção revela um efeito positivo e significativo no desempenho inovador da empresa, ao nível do produto e do processo.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3003
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Economia
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
GonçaloLoureiro.pdf336,16 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.