Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3050
Título: Credit constraints and small business credit availability
Autor: Pinto, Sandra Isabel Saraiva
Orientador: Gama, Ana Paula Bernardino Matias
Palavras-chave: Pequenas e médias empresas - Assimetria de informação
Pequenas e médias empresas - Acesso crédito
Data de Defesa: 2012
Resumo: This study investigates the effect of the ex ante private information versus ex post model in which collateral is used to overcome incentive conflicts between borrowers and lenders, and thus mitigating credit rationing. The study empirically examines differences in private and public information to test the two set of theories. Using a database of 38 639 SME credit approvals from a large Portuguese commercial bank between January 2007 to February 2012, the results show that less risky borrowers are more likely to accept an increase in collateral requirements for certain reduction in the interest rate. These results support the ex ante theory. The results also indicate that the ex post theory dominate for borrowers who had default on a loan in the past. Moreover, because one third of the loans have associated a mutual guarantee, the findings suggest that borrowers that default or are not able to provide additional guarantees are credit rationed. Furthermore, the results are robust when we control the amount of collateral pledge and the macroeconomic conditions. Therefore, in periods of economic contraction and declining in asset values lenders are more likely to require collateral.
Este estudo analisa efeito dos modelos de informação privada ex ante versus ex post nos quais as garantias (colateral) são usadas para mitigar a assimetria de informação entre mutuários e credores. O estudo analisa empiricamente as diferenças entre informação privada e pública para testar as duas teorias. Utilizando dados de um grande banco comercial português relativamente a 38 639 contractos de créditos concedidos a PME durante o período de Janeiro de 2007 a Fevereiro de 2012, os resultados mostram que os mutuários que apresentam um menor nível de risco são mais susceptíveis de aceitar contratos com prestação de garantias adicionais por forma a obter uma redução na taxa de juro. Estes resultados sustentam empiricamente o modelo ex ante. Os resultados também mostram que a teoria ex post é dominante nos mutuários que no passado estiveram em incumprimento. Dado que a um terço dos créditos está associado uma garantia mútua, os resultados mostram que os mutuários que outrora registaram incumprimento e/ou restrições em apresentar garantias adicionais vêem a sua possibilidade de financiamento reduzida. Os resultados são robustos quando controlamos o montante das garantias prestadas e as condições macroeconómicas. Concluísse-se assim que em períodos de recessão económica e com a desvalorização dos activos, os credores solicitam cada vez mais garantias adicionais.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3050
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Gestão
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Credit Constraints and Small Business Credit Availability.pdf244,53 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.