Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3060
Título: Inovação nos serviços públicos: fatores que impulsionam ou limitam a inovação-modernização e seu impacto na eficácia dos serviços públicos de emprego
Autor: Rocha, Anabela dos Santos Vicente
Orientador: Madeira, Maria José Aguilar
Palavras-chave: Serviços públicos -- Inovação
Serviços públicos -- Modernização
Data de Defesa: 2012
Resumo: A modernização dos serviços públicos, como resposta às exigências de resultados (eficiência, eficácia, redução de custos, melhor qualidade de serviço) e de adequação às necessidades e expectativas da sociedade, tem sido, desde as duas últimas décadas do século passado, uma prioridade para os Governos de praticamente todos os Estados desenvolvidos. Urge substituir a lógica vigente, centrada no cumprimento estrito de procedimentos, por uma lógica direcionada para o cidadão/cliente. Neste âmbito, os Serviços Públicos Portugueses apostaram na inovação e modernização, encarando-a como uma ferramenta eficaz, capaz de atenuar algumas não conformidades, nomeadamente a baixa qualidade na prestação dos serviços, as ineficiências na utilização dos recursos disponíveis e o distanciamento da Administração Pública relativamente aos cidadãos. Assim, o objetivo desta investigação consiste na identificação e análise de alguns fatores que impulsionam e limitam a inovação/modernização nos serviços públicos de emprego e qual o impacto na avaliação da eficácia destes serviços. Na presente investigação, optou-se por considerar, os dados relativos ao mês de Dezembro de 2010, para os indicadores de eficácia no Emprego, passíveis de serem analisados para os 86 Centros de Emprego, distribuídos pelas 5 Regiões, Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve. Com base nos resultados obtidos neste estudo, concluiu-se que regista-se, em média, um maior grau de eficácia relativo à captação de emprego nas regiões Norte e Centro comparativamente com a região de Lisboa e Vale do Tejo; o conjunto dos Centros de Emprego da região Norte apresenta, em média, valores mais elevados de eficácia comparativamente com os da região de Lisboa e Vale do Tejo; em média, os Centros de Emprego de pequenas dimensões apresentam uma eficácia mais elevada do que os Centros de Emprego de grandes dimensões; não existe correlação estatisticamente significativa entre eficácia dos Centros de Emprego, quer face ao número de trabalhadores dos Centros de Emprego, quer por nível de qualificação dos Trabalhadores dos Centros de Emprego. Com base nas evidências empíricas, nesta investigação são ainda sugeridas algumas diretrizes e orientações a ter em linha de conta para a minimização dos limitadores à inovação e modernização que se colocam aos Serviços Públicos de Emprego.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3060
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Gestão
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Capa Dissertação inovação Serviços Públicos.pdf722,77 kBAdobe PDFVer/Abrir
Dissertacao Inovação Serviços Públicos.pdf983,81 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.