Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3118
Título: Intoxicação alcoólica aguda: casuística no serviço de Urgência Geral do Centro Hospitalar Cova da Beira, E.P.E.
Autor: Pires, Inês Sofia Afonso
Orientador: Gallardo Alba, María Eugenia
Branco, Vítor
Palavras-chave: Intoxicação alcoólica aguda
Farmácia comunitária
Data de Defesa: 2013
Resumo: O presente relatório de estágio é constituído por duas partes distintas. A primeira parte referente à vertente de investigação desenvolvida e a segunda diz respeito ao estágio realizado na Farmácia Costa. Em relação à vertente de investigação, o objetivo principal foi o de descrever e analisar o perfil demográfico dos doentes que dão entrada no Serviço de Urgência Geral (SUG) do Centro Hospitalar Cova da Beira (CHCB), E.P.E., por intoxicação alcoólica aguda. Para tal, foi realizado um estudo retrospetivo observacional, que incluiu doentes maiores de 18 anos, entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2011. Após a seleção da amostra de interesse, constituída por 386 doentes, foram analisados os respetivos relatórios dos episódios do SUG, dos quais se obtiveram os diversos dados referentes ao doente e à sua intoxicação. Os dados recolhidos foram posteriormente submetidos ao tratamento estatístico. Durante o ano de 2011, o número de doentes que deram entrada no SUG com intoxicação alcoólica aguda representou 1,07% do total de doentes atendidos, sendo que 83% eram do sexo masculino. A média de idades foi de 41,99 (±18,18), e a maioria dos doentes proveio do concelho da Covilhã, tendo sido registada uma maior afluência ao SUG no mês de novembro. A concentração de etanol no sangue foi na maior parte dos casos superior a 0,50g/L, tendo sido prevalente o intervalo entre 2,00 e 2,50 g/L (23%). Em 32% dos doentes verificou-se regresso ao SUG por motivo de intoxicação alcoólica aguda. O tratamento administrado aos doentes foi maioritariamente de suporte, e a alta foi o principal destino dos doentes após o episódio de urgência (EU), não tendo sido verificadas mortes. O estágio em Farmácia Comunitária foi realizado na Farmácia Costa, em Belmonte, sob a orientação da Dr.a Ana Sofia Martins, farmacêutica adjunta substituta. O relatório tem como objetivo resumir as diferentes competências adquiridas ao longo deste estágio, destacando a importância do Farmacêutico Comunitário enquanto agente de saúde pública. O bom funcionamento da farmácia, enquanto espaço de saúde pública, depende de uma organização eficiente a todos os níveis, pelo que foram focados neste relatório os pontos essenciais envolvidos na sua organização.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3118
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Ciências Farmacêuticas
Aparece nas colecções:FCS - DCM | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Inês Pires.pdf906,22 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.