Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3167
Título: Cooperação no desporto universitário como forma de empreendedorismo colaborativo: o caso da Universidade da Beira Interior
Autor: Pessoa, Nuno Manuel Espinho
Orientador: Franco, Mário José Baptista
Palavras-chave: Empreendedorismo social
Empreendedorismo colaborativo - Desporto
Empreendedorismo - Parcerias
Empreendedorismo - Desporto
Cooperative Protocols
Entrepreneurship
Academic Sport
Data de Defesa: 2012
Resumo: O presente estudo tem como principal objetivo perceber como os protocolos de cooperação interinstitucionais podem ser vistos como uma forma de Empreendedorismo Colaborativo. Assim, analisou-se que fatores são determinantes para um empreendedorismo sustentado pelo desporto, para perceber até que ponto os protocolos de cooperação são um alicerce para as empresas nesta área. Mais precisamente, faz-se uma abordagem às parcerias no desporto, numa perspetiva de empreendedorismo colaborativo, de modo a investigar quais os motivos, fatores críticos de sucesso e obstáculos, no funcionamento dos protocolos de cooperação e avaliar os resultados e/ou benefícios esperados. Para tentar dar resposta aos objetivos e questões de investigação, efetuou-se um estudo de caso, ou seja, uma estratégia particular dentro da abordagem de investigação qualitativa. O caso selecionado é uma Instituição do Ensino Superior - Universidade da Beira Interior (UBI) - com provas dadas no âmbito desportivo. Como instrumentos na recolha de dados, optou-se, essencialmente, pela análise documental e pela entrevista semiestruturada ao Administrador dos Serviços de Ação Social da Universidade da Beira Interior (SASUBI), e posteriormente, como técnica de tratamento de dados a análise de conteúdo. Com base nos resultados deste estudo, concluiu-se que os protocolos de cooperação interinstitucionais podem ser entendidos sob uma ótica de empreendedorismo colaborativo, na medida em que congregam os interesses de diferentes instituições na concretização de projetos comuns com valia e intervenção social e facilitam a integração e a abertura da UBI à sociedade e aos stakeholders tanto internos como externos. Quanto aos fatores de motivação, os resultados mostram que a partir dos protocolos de cooperação, a UBI dá a conhecer a sua dimensão social, fideliza e capta novos membros académicos, aumenta o poder económico, reduz custos e adquire vantagem tecnológica, criado, deste modo, uma economia de escala. No que diz respeito aos fatores críticos de sucesso, para esta Instituição, o elemento determinante é o capital relacional, ou seja, as ligações afetivas familiares e profissionais, numa contextura de confiança e conhecimento, aliados à experiencia profissional dos seus colaboradores. Já no que se refere aos obstáculos/dificuldades encontrados na formação dos protocolos de cooperação, para a UBI, foram a dimensão da rede, ou seja, a localização (interioridade), o número mínimo de praticantes indispensáveis às atividades desportivas e a falta de alguma cooperação interinstitucional com Câmara Municipal da Covilhã. A continuidade da aposta numa política de diferenciação, de cooperação com a Associação Académica na oferta desportiva, mais conquistas de títulos, aumento da investigação no desporto nas áreas da Gestão e do Marketing, podem ser vistos como resultados/benefícios esperados pela instituição. Com base nas evidências empíricas desta investigação, sugerem-se ainda algumas diretrizes e orientações a ter em linha de conta na criação e manutenção de outros protocolos de cooperação associados ao desporto.
The present study has as main objective to understand how the protocols of cooperation between institutions can be viewed as a form of Collaborative Entrepreneurship. Thus, we analyzed factors that are crucial to a sustainable entrepreneurship through sport, to realize the extent to which cooperation protocols are a foundation for companies in this area. More precisely, it is an approach to partnerships in sport, in a perspective of collaborative entrepreneurship, in order to investigate the motives, success factors and obstacles in the functioning of cooperation protocols and evaluate the results and / or benefits. To try to meet the objectives and research questions, we performed a case study, in other words, a particular strategy within the qualitative research approach. The selected case is an Institution of Higher Education - University of Beira Interior (UBI) - proven in sports. As the data collection instruments, it was decided mainly by documentary analysis and by semi-structured interview the Director of Social Services at the University of Beira Interior (SASUBI), and later as technical data processing content analysis. Based on the results of this study, it was concluded that the Protocols of Cooperation between institutions can be understood from a perspective of collaborative entrepreneurship, to the extent that aggregate the interests of different institutions in the realization of common projects with value and social intervention and facilitate the integration UBI and the opening of the society and stakeholders both internal and external. As for the factors of motivation, the results show that from the protocols of cooperation UBI makes known its social dimension, loyalty and capture new academic members, increases the economic power, reduces costs and acquire technological advantage, thereby created, an economy of scale. With regard to critical success factors for this institution the decisive factor is the relational capital, in other words, affective bonds families and professionals, a fabric of trust and knowledge, coupled with professional experience of its employees. Already in the case of obstacles / difficulties encountered in the formation of cooperation protocols for UBI, was the size of the system, i.e. the location (interior), the minimum number necessary to practicing sports activities and the absence of any cooperation with inter City Hall of Covilhã. The continued commitment to a policy of differentiation, cooperation with the Academic Association in sports activities, more achievements securities, increased research in the areas of sport management and marketing, can be seen as results / benefits expected by the institution. Based on empirical evidence of this research, we suggest some guidelines and further guidance to take account of the creation and maintenance of other cooperation protocols associated with the sport.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3167
Designação: Dissertação apresentada à Universidade da Beira Interior para a obtenção do grau de mestre em Marketing
Aparece nas colecções:FCSH - DGE | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cooperação no Desporto Universitário como Forma de Empreendedorismo Colaborativo.pdf780,66 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.