Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.6/3176
Título: Alterações induzidas na velocidade de lançamento em jovens adolescentes sujeitos a 4 programas distintos de força explosiva
Autor: Andrade, Ana Isabel da Silva
Orientador: Marques, Mário António Cardoso
Tillaar, Roland van den
Palavras-chave: Educação física - Treino de força - Adolescentes
Bolas medicinais - Lançamento - Adolescentes
Futebol - Adolescentes
Andebol - Adolescentes
Data de Defesa: 2011
Resumo: Este estudo pretendeu determinar os efeitos de 4 programas distintos de lançamento com a mesma carga total de treino (i.e., o mesmo impulso mecânico), sobre a velocidade de lançamento com uma bola de andebol, futebol, bola medicinal de 3 kg. Métodos: Participaram neste estudo 55 alunos do ensino secundário (idade 16 ± 0.92 anos, peso 59.05 ±12.12 kg, altura 1.66 ± 0.09 m e envergadura 1.64 ± 0.11 m) divididos em quatro grupos homogeneamente indexados a um tipo de treino específico. Um grupo de treino que realizou 3 séries de 6 repetições com uma bola medicinal de 3 kg (G3); um grupo de treino que realizou 6 séries de 15 repetições com uma bola de andebol (G1:0.35 kg); um grupo de treino que realizou 5 séries de 15 repetições com uma bola de futebol (G2: 0.45 kg); e um grupo realizou 6 séries de 6 repetições com uma bola medicinal de 3 kg (G4). Todos os programas de treino tiveram a mesma carga de trabalho (i.e., o mesmo impulso: 366 N.s) previamente estabelecido num estudo piloto. Foram executados testes de lançamentos de bola de, andebol, futebol, bola medicinal de 1kg e bola medicinal de 3kg antes e depois de um período de seis semanas de treino com 2 sessões semanais. Resultados: Todos os grupos obtiveram ganhos significativos na velocidade de lançamento, excepto o G1. Todavia, não foram observadas diferenças entre grupos, independente das bolas avaliadas. O grupo que evidenciou maiores ganhos foi o G4. Em relação às diferenças inter-grupo, apenas se perceberam diferenças estatisticamente significativas para a bola de andebol e de 3 kg. Conclusão: Concluiu-se que todos os programas de treino aplicados foram eficazes no aumento da velocidade de lançamento durante um curto período de tempo (6 semanas). Este estudo demonstrou ainda que um trabalho simples com bolas medicinais pode ser altamente eficaz e de fácil aplicação ao nível do ensino secundário.
URI: http://hdl.handle.net/10400.6/3176
Designação: Mestrado em Ciências do Desporto
Aparece nas colecções:FCSH - DCD | Dissertações de Mestrado e Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese de mestrado - Ana Andrade.pdfDocumento principal411,92 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.